Logo R7.com
Logo do PlayPlus
MMA Impact
Publicidade

"Somos curiosos incansáveis", afirma Paola Giganti, diretora da Record TV

A executiva falou sobre a criatividade e a efetividade das entregas comerciais da emissora durante o MMA Impact Brasil

MMA Impact br|Do R7


Paola Giganti, Diretora de Núcleo Integração Marca & Conteúdo do Grupo Record
Paola Giganti, Diretora de Núcleo Integração Marca & Conteúdo do Grupo Record

A diversidade do time da Record TV garante a criatividade e a efetividade das entregas comerciais da emissora, avalia Paola Giganti, diretora do núcleo Integração Marca & Conteúdo. Ela falou sobre a promoção "Você Na Fazenda", realizada na 14ª edição do reality rural, nesta quarta-feira (12), durante o MMA Impact Brasil.

“Somos curiosos incansáveis. Temos áreas na emissora que buscam conhecer desde novidades quanto ao comportamento dos nossos telespectadores, às mais novas tecnologias”, afirma a diretora.

Confira a íntegra da entrevista:

- Como a Record faz para suas entregas serem com criatividade e efetividade?

Publicidade

Temos um time bem diverso, o que colabora para que a criatividade seja “extrapolada”, sempre seguindo as necessidades do cliente/produto. Além disso, estudamos cada marca/produto, bem como o comportamento do nosso telespectador quanto ao consumo dos mesmos, e assim somos mais assertivos nos nossos projetos.

- Qual o contexto que permitiu a mudança do B2B/B2C para o H2H?

Publicidade

Acho que finalmente ficou mais do que evidente que apesar da comunicação comercial ser sobre os produtos, o protagonista é o telespectador. O contexto foi ampliar o raio de visão e focar numa comunicação “para todos eles”.

- Qual é o diferencial da Record quando o assunto é marketing, inovação e tecnologia?

Somos curiosos incansáveis. Temos áreas na emissora que buscam conhecer desde novidades quanto ao comportamento dos nossos telespectadores, às mais novas tecnologias. Nos alimentamos de cases das mais diversas naturezas (cliente, concorrentes, experts, etc), onde houver novidade, nós estamos “fuçando”.

- Você poderia falar um pouco mais sobre esse novo momento do grupo pautado no H2H? Como a Record está dando atenção às emoções dos clientes, com o objetivo de criar conexões duradouras e de confiança?

É um movimento que começou de dentro para fora. Nos preocupamos com nossos “clientes internos”, ouvimos, nos alinhamos aos inputs que recebemos, acertamos a rota quando necessário e, a partir daí, incluímos no foco do trabalho nossos telespectadores e clientes. Entendemos que para ser de verdade tínhamos que colocar em prática primeiro, “dentro de casa”.

- Quais são as perspectivas da Record para o MMA Impact?

Acima de tudo aprender, trocar e, sim, mostrar um pouquinho do nosso talento.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.