Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Tecnologia e Ciência
Publicidade

Sueco Svante Pääbo vence o Nobel de Medicina por trabalhos sobre o genoma de ancestrais humanos

Pesquisador descobriu que uma transferência de genes havia ocorrido entre esses hominídeos extintos e o Homo sapiens

Tecnologia e Ciência|Do R7


Paleogeneticista sueco Svante Pääbo venceu o Prêmio Nobel de Medicina
Paleogeneticista sueco Svante Pääbo venceu o Prêmio Nobel de Medicina

O paleogeneticista sueco Svante Pääbo, de 67 anos, que sequenciou o genoma do Neandertal e descobriu o hominídeo de Denisova, foi anunciado nesta segunda-feira como o vencedor do Prêmio Nobel de Medicina.

"Ao revelar as diferenças genéticas que distinguem todos os seres humanos vivos dos hominídeos extintos, suas descobertas fornecem a base para explorar o que nos torna exclusivamente humanos", afirmou o Comitê Nobel.

"As diferenças genéticas entre o Homo sapiens e nossos parentes mais próximos agora extintos não eram conhecidas até que foram identificadas graças ao trabalho de Pääbo", acrescentou o Comitê Nobel.

Svante Pääbo descobriu que uma transferência de genes havia ocorrido entre esses hominídeos extintos e o Homo sapiens. O fluxo antigo de genes para os humanos modernos tem um impacto fisiológico, por exemplo, na forma como nosso sistema imunológico responde a infecções.

Publicidade

Leia também

O pai do sueco, Sune Bergström, venceu o Nobel de Medicina em 1982.

O prêmio inclui uma quantia de 900 mil dólares.

No ano passado, o prêmio foi atribuído aos americanos Ardem Patapoutian e David Julius por suas descobertas sobre a maneira como o sistema nervoso percebe a temperatura e o toque.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.