Internacional

23/5/2013 às 00h30

Autoridades chinesas recorrem ao feng shui para crescer na carreira

Enquanto a ideologia marxista foi sumindo na China, antigas crenças místicas antes banidas pelo Partido Comunista estão ganhando terreno

Na província chinesa de Hunan, uma foi pedra colocada fora de um prédio do governo para criar um melhor feng shui: a antiga prática de organizar objetos e projetar a arquitetura para melhorar a saúde, prosperidade e sorte Gilles Sabrie/The New York Times

Zoumajie, China – Camponeses indignados protestam contra a grilagem. Amantes descartadas tramam vingança. Investigadores provincianos buscam suborno.

Para os chefes da agência local voltada às questões de terra cercados por essas e outras dores de cabeça, existia somente uma explicação para o miasma de azar que estaria ameaçando suas carreiras no ano passado: a dupla de leões de pedra ferozes tomando conta do prédio da China Tobacco, uma estatal, em frente de seus escritórios.

Consumidor quer saber de onde vêm as roupas que veste 

Gigantes ocidentais têxteis apoiam acordos para segurança do trabalho em Bangladesh

Um deles confidenciou que a arma secreta empregada foi o feng shui, a antiga prática de dispor objetos e projetar a arquitetura para melhorar a saúde, prosperidade e a sorte. Como prova, ele apontou um muro de pedra no estacionamento que foi construído para bloquear o "qi" (energia) prejudicial oriundo das estátuas dos felinos.

"Nossa agência não estava indo muito bem até a construção da barreira no ano passado", afirmou o funcionário, que só revelou o sobrenome, Chen. "Agora, as coisas estão muito melhores."

Enquanto a ideologia marxista foi sumindo na China, antigas crenças místicas antes banidas pelo Partido Comunista estão ganhando terreno. Guias de geomancia agora enchem prateleiras, adivinhos estão ocupados oferecendo sessões caras de astrologia e numerologia, e os magnatas consultam mestres de feng shui procurando orientação financeira.

Esse renascimento místico está atraindo seguidores fiéis no mais proibido dos reinos: o os corredores de mármore da burocracia chinesa, onde impera o ateísmo. Assediados por um público intrometido nos portões e rivais políticos em meio a seus colegas, os ambiciosos funcionários públicos do país estão cada vez mais – ainda que discretamente – procurando atalhos sobrenaturais para a riqueza e o poder, para o desalento dos ideólogos do partido e ativistas contra a corrupção.

De chefes do partido de cidades rurais ao execrado ex-ministro das ferrovias, as autoridades chinesas estão mais e mais tomando decisões orçamentárias para cumprir as próprias profecias pessoais, segundo especialistas, informes da imprensa estatal e cartomantes tarimbados.

Em todo esse misticismo, o chinês comum vê pouca coisa além da corrupção debaixo dos panos. "As autoridades não estão interessadas em ajudar as pessoas quando recorrem ao feng shui", disse Duan Xiaowen, ativista contra a corrupção aqui da província de Hunan. "Eles só pensam em obter uma posição mais elevada."

Em novembro, a agência de notícias estatal Xinhua informou a queda de Yang Hong, chefe municipal da província de Shanxi. Segundo a crença no feng shui, mudar o nome de uma pessoa ou de lugar pode melhorar o destino, assim Yang, ávido por uma promoção, rebatizou a pitoresca Montanha de Gesso como Montanha da Alta Autoridade. Ele perdeu o cargo um mês depois por corrupção.

Em 2009, autoridades municipais na província ocidental de Gansu gastaram US$ 732 mil para transportar uma rocha de 369 toneladas por uma extensão de quase dez quilômetros até a sede da comarca, ação que no entender dos mestres do feng shui repeliria o azar. Como parte da cerimônia de consagração, o magistrado municipal caminhou quase cem metros na direção da "rocha espiritual", ajoelhando-se e tocando o chão com a testa a cada três passos, segundo o jornal "Diário de Cantão".

Cidadãos furiosos com autoridades mexendo com misticismo financiado por dinheiro público encontraram um aliado improvável no Partido Comunista, que ordena que seus 82 milhões de membros adorem somente a foice e o martelo. Embora o governo tenha adotado uma abordagem mais liberal em relação à espiritualidade desde as perseguições sangrentas da Revolução Cultural de 40 anos atrás, as autoridades ainda suspeitam do dogma conflitante.

No mês passado, Wang Zuoan, diretor da Agência Estatal de Assuntos Religiosos, condenou a superstição num jornal publicado pela Escola Central do Partido, o principal centro de treinamento ideológico para autoridades governamentais.

"Sendo um partido no poder que segue o marxismo, nós precisamos ajudar as pessoas a estabelecer uma visão de mundo correta e a lidar cientificamente com o nascimento, envelhecimento, enfermidades e a morte, bem como com a sorte e o azar", ele escreveu.

Não se sabe quantos de seus colegas burocratas concordam com isso. Segundo um relatório de 2007 da Academia Chinesa de Governança, 52 por cento dos funcionários públicos municipais do país admitiram acreditar em adivinhação do futuro, leitura facial, astrologia ou em interpretação dos sonhos.

Cheng Ping, professora da Academia que supervisionou a pesquisa com mais de 900 funcionários públicos, afirmou que tais crenças eram resultado de tradições milenares fundidas às pressões de carreiras nas quais as promoções são ganhas pelo domínio das artes negras das facções e dos favores, e não do trabalho duro. Segundo ela, não causa surpresa que muitos praticantes costumem ser completamente desonestos, pois sentem ter pouca responsabilidade em relação ao público. "Encontre uma autoridade corrupta e provavelmente ela será supersticiosa."

Na verdade, o feng shui oferece oportunidades úteis para os empresários bajularem burocratas influentes. Para evitar a exposição, as autoridades geralmente recorrem a contatos comerciais para serem apresentadas e pagar a consulta, que pode ser salgada. Mak Ling-Ling, 46 anos, consultora de feng shui de Hong Kong que viaja com frequência para o continente, cobra US$ 16 mil por uma apresentação de uma hora a respeito de um investimento imobiliário auspicioso.

Enquanto as empresas querem lucros enormes, os funcionários procuram orientação sobre progresso profissional. "Os peticionários são sua maior preocupação", ela afirmou, referindo-se aos cidadãos que buscam resolver problemas locais em departamentos mais graduados, o que pode prejudicar as perspectivas de carreira de funcionários locais. Para impedir esse infortúnio, Mak costuma ouvir pedidos de dicas de feng shui sobre a disposição da mobília da repartição. Às vezes, as autoridades lhes dão as datas de nascimento da equipe inteira, para serem analisadas em busca de compatibilidade astrológica.

De vez em quando, a mera suspeita do feng shui basta para azarar uma carreira.

Em fevereiro de 2010, o "Diário do Povo", porta-voz oficial do PC, noticiou que Cui Xinyuan, chefe do partido no condado de Gaoyi, província de Hebei, havia instalado um avião de caça aposentado no meio de um bulevar diante da sede do governo para que pudesse se elevar ao céu do poder chinês. A intenção era que o avião cortasse o fluxo de azar, segundo moradores locais, mas no fim das contas só atrapalhou o trânsito. Apesar das negativas públicas de Cui, sua carreira foi para o espaço poucos meses depois, quando ele foi condenado a 13 anos de prisão por suborno e pela venda de títulos oficiais.

De acordo com lojistas das redondezas, o avião foi removido sem alarde no final do ano passado para um parque nos arredores da cidade, onde foi convenientemente ocultado pela folhagem. Hoje em dia, o único remanescente do desperdício com o feng shui é uma grande rocha, colocada no terreno da prefeitura com os dizeres "servir ao povo".

O que acontece no mundo passa por aqui

Moda, esportes, política, TV: as notícias mais quentes do dia

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Mergulho no lixo

Ativistas do freeganismo se alimentam de comidas jogadas fora

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fotografia

Ensaio traz à tona "fantasmas" da desindustrialização nos EUA

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!