Moradores sem-teto ocupam oito prédios e terrenos em São Paulo

Frente de Luta por Moradia está faz uma jornada de luta por moradia nesta terça

Oito prédios e terrenos já foram ocupados em São Paulo
Oito prédios e terrenos já foram ocupados em São Paulo Rogério de Santis/Futura Press/Estadão Conteúdo

Moradores sem-teto ocupam oito prédios e terrenos em São Paulo na manhã desta terça-feira (1º). De acordo com Helô Regina, da FLM (Frente de Luta por Moradia), “todos os anos a Frente faz uma jornada de luta por moradia”. Dessa vez, ela diz que “a denúncia é sobre a contradição dos imóveis abandonados e a legislação”.

Além disso, ela afirma que os moradores sem-teto estão trazendo a pauta da conjuntura política nacional. Eles são contra perdas de direitos da população e, principalmente, contra a PEC (Projeto de Emenda à Constituição) 241.

Segundo Helô, as ocupações não são um recado para o prefeito eleito João Doria (PSDB), mas que a FLM espera que ele assuma uma pauta de moradia “com responsabilidade”. Em entrevista ao R7, quando ainda era candidato, o tucano disse que não iria dialogar com “movimentos que invadem propriedade”.

Em setembro, Doria sofreu uma derrota quando a Justiça ordenou que ele devolvesse uma área pública que ele invadiu em Campos do Jordão. A Justiça determinou a reintegração de posse do terreno de 365 metros quadrados que o empresário anexou a sua propriedade de lazer.

Veja a lista de locais ocupados:

1)            Rua Ana Aslan — Parque do Engenho
2)            Rua Profº Wilson Reis Santos, s/n — Guaianazes
3)            Rua Antônio de França e Silva, 953 — Jardim Adutora — Distrito de Sapopemba
4)            Av. Ipiranga, 908 — República
5)            Av. Nove de Julho, 564
6)            Rua Doutor Alcides C. Bueno Filho — Jardim Peri
7)            Rua Dias Lemos, 320 — Mooca (ocupado pelo MMPT)
8)            Rua Refinaria Presidente Bernardes — Jardim Santo Eduardo

Uma ocupação, na rua Apa, nº 182, bairro Santa Cecilia, no centro de São Paulo, não foi consolidada. As famílias foram retiradas pela Polícia Militar.