Brasil Brasil tem quase 6 milhões de mulheres a mais que homens

Brasil tem quase 6 milhões de mulheres a mais que homens

Pnad 2013 indica que o País tem 103,68 milhões de mulheres e 97,78 milhões de homens

Brasil tem quase 6 milhões de mulheres a mais que homens

População urbana é quase seis vezes maior do que a rural no Brasil

População urbana é quase seis vezes maior do que a rural no Brasil

Agência Brasil/Divulgação

A população brasileira tem quase 6 milhões de mulheres a mais que homens, de acordo com a Pnad 2013 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada nesta quinta-feira (18) São 103,685 milhões de mulheres contra 97,782 milhões de homens (veja gráfico abaixo).

A maior diferença entre homens e mulheres está na região Sudeste. Elas são 43,8 milhões, enquanto 40,7 milhões são homens. Por outro lado, na região Norte, o jogo está equilibrado: são 8,5 milhões de mulheres e 8,5 milhões de homens.

No Sul, 14,8 milhões mulheres e 14 milhões homens. No Nordeste, elas são 28,8 milhões e eles, 27 milhões. Por fim, no Centro-Oeste, há 7,6 milhões de mulheres e 7,4 milhões de homens.

Cidade x campo

Nas cidades, vivem 89,6 milhões de mulheres e 82,4 milhões de homens — uma diferença de 6,8 milhões de pessoas. Já na zona rural, o cenário é diferente, já que tem 1,3 milhão de homens a mais do que mulheres — eles são 15,29 milhões contra 14,08 milhões de mulheres. Na região rural, a maioria dos residentes tem entre 10 e 14 anos.

No Brasil, que atualmente tem 201 milhões de habitantes, a população urbana é quase seis vezes maior do que a rural. São, respectivamente, 172,04 milhões e 29,41 milhões de habitantes nos dois setores.

Enquanto, na região rural, os homens foram maioria, a região urbana define o quadro geral do País, com o número de mulheres superior ao de homens: são 89,59 milhões de mulheres contra 82,45 milhões de homens.

Entre a população feminina, a diferença entre as duas regiões é grande. Ao mesmo tempo em que 89 milhões de mulheres vivem na zona urbana, apenas 14 milhões estão na zona rural.

Cor ou raça

No Brasil, a maioria dos habitantes se considera branco, de acordo com dados da Pnad. São 92,95 milhões, segundo o levantamento, enquanto apenas 16,27 milhões estão na categoria "pretos". Pardos são 90,57 milhões, amarelos, 973.000, indígenas, 689.000 e 4.000 não declararam.

Enquanto, na zona urbana a maioria da população é branca, no campo, mais da metade dos residentes são pardos — 17,31 milhões contra 9,81 milhões. Negros são 1,93 milhão, amarelos 57.000, indígenas 300.000 e 4.000 sem declaração. 

Criada em 1967, a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) investiga características socioeconômicas e demográficas, como as características da população, de educação, trabalho, rendimento, habitação, migração, fecundidade, nupcialidade, saúde, segurança alimentar, entre outros temas.

Os dados foram coletados no período entre 28 de setembro de 2011 a 29 de setembro de 2012, para a pesquisa de 2012, e de 27 de setembro de 2012 a 28 de setembro de 2013, para a pesquisa de 2013.

Veja as notícias do R7 na palma da mão. Assine o R7 Torpedo