Brasil Cacique Raoni não responde a remédios e tem alta adiada em MT

Cacique Raoni não responde a remédios e tem alta adiada em MT

Líder indígena de 89 anos está internado em hospital de Sinop (MT). Previsão de alta foi estendida de quinta (23) para domingo (26)

Cacique Raoni, da etnia caiapó, está internado em Sinop

Cacique Raoni, da etnia caiapó, está internado em Sinop

Funai / Divulgação

O cacique Raoni Metuktire, de 89 anos, segue  internado em um hospital de Sinop (MT) com quadro de infecção intestinal. Segundo boletim médico, houve a necessidade de troca da medicação nesta quarta-feira (22).

"Novos exames foram feitos para apontar se vão ser necessárias novas mudanças ou se os remédios que estamos usando agora resolvem o problema", diz m médico Douglas Yanai, do Hospital Dois Pinheiros, onde o líder indígena está internado desde sábado (18)

Nesta segunda-feira (20), ele passou por uma transfusão de sangue. Exames revelaram duas úlceras, que causaram hemorragia digestiva e anemia. Ele também foi diagnosticado com depressão.. 

Segundo os médicos, algumas infecções não respondem aos antibióticos usados, por isso foi feita a mudança na medicação.

Raoni passou por avaliação cardiológica e pneumológica. Os exames apresentaram fibrilação atrial e enfisema de longa data. Ainda segundo o boletim médico,  o líder indígena permanece em bom estado geral, lúcido e orientado, sem febre, com a pressão arterial controlada, sem mais anormalidades.

A previsão de alta que estava prevista para amanhã ou sexta-feira pode ser estendida para domingo próximo (26).

Últimas