Brasil Debate sobre renda mínima será após eleição, diz líder do governo

Debate sobre renda mínima será após eleição, diz líder do governo

Deputado Ricardo Barros avalia que temas de interesse do Executivo, caso das reformas administrativa e tributária, vão tramitar após o pleito

  • Brasil | Do R7, com informações de Thiago Nolasco, da Record TV

O deputado Ricardo Barros, lider do governo na Câmara

O deputado Ricardo Barros, lider do governo na Câmara

Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

O líder do governo na Câmara dos Deputados, o deputado Ricardo Barros (PP-PR), afirmou nesta segunda-feira (19) que o debate sobre um programa de renda mínima e de outros projetos de interesse do governo ficará para depois das eleições municipais de novembro.

Com a proximidade do pleito, cujo primeiro turno se realiza no dia 15 de novembro, os partidos políticos voltam suas atenções para as disputas nas cidades, esvaziando a pauta do Congresso. 

Relator diz estar mais convencido de urgência da reforma tributária

Dessa forma, o programa Renda Cidadã, que vem sendo alvo de debates e deverá ser incluído na PEC (Proposta de Emenda Constitucional) Emergencial, deverá tomar corpo a partir de dezembro e ao longo de 2021.

O mesmo deve ocorrer quanto às reformas já apresentadas pelo governo, caso da reforma administrativa e de uma parte da reforma tributária.

As eleições ocorrem em novembro de forma excepcional em razão da pandemia de covid-19. As datas foram alteradas por meio de projeto aprovado pelo Congresso. 

Últimas