Brasil Deputado cita medalha de Rayssa para defender trabalho infantil

Deputado cita medalha de Rayssa para defender trabalho infantil

Sóstenes Cavalcante usou conquista da garota de 13 anos para pedir revisão do ECA. Manifestação viralizou no Twitter

  • Brasil | Do R7

O deputado federal Sóstenes Cavalcanti

O deputado federal Sóstenes Cavalcanti

Reprodução Câmara dos Deputados

O deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) citou a conquista da medalha de prata pela skatista Rayssa Leal na madrugada desta segunda-feira (26) para defender o trabalho infantil.  O parlamentar fez uma correlação entre o fato de um adolescente de 13 anos não poder trabalhar, conforme a atual legislação, mas poder ganhar medalha na competição esportiva. 

"As crianças brasileiras de 13 anos não podem trabalhar, mas a skatista Rayssa Leal ganhou a medalha de prata nas Olimpíadas… Ué! É pra pensar… Parabéns a nossa medalhista olímpica! E revisão do Estatuto da Criança e Adolescente já!", disse o deputado, em sua conta no Twitter.

Segundo o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), é proibido qualquer trabalho a menores de 14 anos, salvo na condição de aprendiz.

Rayssa é atleta, situação diferente da de um trabalhador, e recebeu autorização do comitê organizador e dos responsáveis para competir.

A menifestação do deputado viralizou no Twitter, provocando especialmente críticas.

Últimas