Brasil Estados preveem toda população vacinada com 1ª dose em agosto

Estados preveem toda população vacinada com 1ª dose em agosto

Com avanço do Programa Nacional de Imunização, governadores travam 'corrida de vacinação' para concluir primeira etapa

  • Brasil | Angélica Sales, do R7

Fila para vacinação no drive-thru da Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Fila para vacinação no drive-thru da Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Tânia Rêgo/Agência Brasil

Com o avanço do ritmo de vacinação contra a covid-19, o Brasil assiste a uma espécie de “corrida de imunização”, com governadores acelerando calendários para que seus estados sejam os primeiros a completar a aplicação da primeira dose. Embora alguns governos estaduais não queiram fazer uma previsão, outros, como Rio de Janeiro, Santa Catarina, Ceará, Pará, Amazonas e Roraima, estimam que toda a população adulta terá sido vacinada com pelo menos a primeira dose até o final de agosto.

Leia também: Estudo da Fiocruz confirma efetividade das vacinas em idosos

O governo de São Paulo também deve anunciar neste domingo (11) a antecipação do calendário para agosto. A última projeção do estado era imunizar toda a população adulta com ao menos uma dose até 15 de setembro.

Nesta semana, o Brasil bateu o recorde de aplicação de vacinas em 24 horas. De terça (6) para quarta-feira (7), foram distribuídas 3.391.427 doses em todo o país, considerando a primeira, a segunda e a dose única. Foram, respectivamente, 2.390.026 imunizantes aplicados na primeira dose, 613.387 na segunda e 388.014 na dose única. O avanço do PNI (Plano Nacional de Imunização) tem contribuído para a antecipação dos calendários em todo o país.

Anvisa autorizou na sexta-feira (9) a importação de 4 milhões de doses da CoronaVac, o que também vai garantir a agilização do cronograma. Ao anunciar a compra, o governo paulista ampliou o horário de funcionamento de comércios e serviços e liberou as aulas presenciais a partir de agosto. 

Veja, a seguir, a programação dos demais estados:

Rio de Janeiro - Com aceleração de calendário de vacinação junto com todos os 92 municípios do estado, a intenção do governo fluminense é imunizar toda população adulta acima de 18 anos até fim de agosto. No mês de julho será imunizada a população de 54 a 35 anos. Em agosto, as pessoas entre 34 e 18 anos.

Santa Catarina - O novo calendário do estado, divulgado pelo governador Carlos Moisés no Twitter, indica que a expectativa é vacinar toda a população adulta com a primeira dose até o dia 31 de agosto.

Rio Grande do Sul - A previsão é que, com os demais envios de doses previstos para os próximos meses, o estado consiga vacinar todas as pessoas acima dos 18 anos com ao menos uma dose até 20 de setembro. 

Paraná - “Vamos vacinar toda a população do Paraná com pelo menos uma dose até o final de setembro, criando uma imunização importante para proteger as famílias paranaenses. O compromisso do Estado com o apoio dos municípios é acelerar a vacinação e fazer com que a vacina chegue até o maior número de pessoas, no menor tempo possível”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Tocantins - A Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece que há uma previsão oficial do Ministério da Saúde (MS) de que pelo menos a 1ª dose da população vacinável terá recebido um imunizante até o último trimestre de 2021. A SES destaca que a projeção para setembro e outubro depende da regularidade na entrega das doses por parte do Ministério da Saúde.

Minas Gerais - A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que, se for cumprido o cronograma do Ministério da Saúde de entrega de vacinas, a expectativa é de que todo mineiro a partir de 18 anos receba a primeira dose contra a covid-19 até o final de outubro de 2021.

Goiás - Conforme anunciado pelo governador Ronaldo Caiado, a meta do governo é vacinar, pelo menos com a primeira dose, todas as pessoas que residem no estado com idade igual ou superior a 18 anos até setembro deste ano.

Pará - A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informa que deve vacinar toda a população acima de 18 anos com pelo menos a primeira dose até o final de agosto. A Secretaria ressalta que para atingir essa meta depende, sobretudo, dos envios de novas doses por parte do Ministério da Saúde.

Amazonas - O Governo do Amazonas informa que, caso o envio de vacinas pelo Ministério da Saúde continue se mantendo de forma regular, a expectativa é de que, até o final do mês de agosto, tenha sido aplicada pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19 na população do estado a partir dos 18 anos.

Maranhão - A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que a estimativa para aplicação da primeira dose na população adulta contra a covid-19 no Maranhão é o mês de setembro. A SES ressalta que, no momento, a maior dificuldade para estabelecer um prazo é a oscilação das entregas por parte do Ministério da Saúde.

Ceará - A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informa que, de acordo com o número de pessoas cadastradas no Saúde Digital com idade entre 18 e 59 anos, as negociações de compra direta de vacinas de outros laboratórios e considerando o recebimento regular de imunizantes distribuídos pelo Ministério da Saúde, existe uma projeção de vacinar a população em geral dessa faixa etária, com primeira dose, até o fim do mês de agosto, se todos os cenários forem favoráveis.

Alagoas - A previsão da Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau/AL) é que até outubro todos os alagoanos adultos com mais de 18 anos estejam vacinados com a primeira dose. Entretanto, essa previsão somente será executada com o cumprimento da programação anunciada pelo Ministério da Saúde.

Sergipe - A previsão é o mês de setembro, se as vacinas continuarem a ser enviadas pelo Ministério da Saúde com regularidade.

Roraima - A Secretaria de Saúde do Estado de Roraima informa que a previsão para que toda a população adulta do estado seja vacinada com pelo menos a primeira dose da vacina é agosto de 2021 e, para a segunda dose, até o final de novembro.

Piauí – A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí informou que a previsão para que toda a população adulta seja vacinada com pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid é outubro de 2021.

Sem prazo definido

Amapá - A estimativa de vacinação e ritmo depende das vacinas que são enviados pelo Ministério da Saúde (MS). Por isso, neste momento, é temerário realizar previsões para o alcance de toda população.

Bahia - No momento, não é adequado fazer previsões com base em entregas realizadas a conta-gotas por parte do governo federal.

Mato Grosso - A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) informa que Mato Grosso segue as orientações e o cronograma de vacinação do Ministério da Saúde. O avanço da imunização dependerá do envio de novas doses ao estado, que é feito pelo governo federal.

Não responderam

Não responderam ao R7 os governos de Acre, Rondônia, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Últimas