Brasil Mourão diz que agentes ambientais não aparecem nas operações

Mourão diz que agentes ambientais não aparecem nas operações

Vice afirmou nesta segunda que as Forças Armadas estarão de prontidão caso sejam novamente chamadas na Amazônia

  • Brasil | Daniel Trevor, da Record TV em Brasília,

Mourão diz que é possível reduzir desmatamento

Mourão diz que é possível reduzir desmatamento

Joédson Alves/EFE - 31.03.2021

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta segunda-feira (3) que os agentes ambientais não têm aparecido nas operações realizadas para o combate a crimes na Amazônia.

"Durante esse período agora, no começo do ano, pouca gente apareceu nas operações conjuntas", afirmou o general da reserva do Exército.

Segundo ele, ações desse tipo, com mais de uma agência, não são simples. "Requer muito espírito de cooperação, que um aprenda a linguagem do outro. As vaidades têm que ser despidas. [É preciso] Lembrar que a gente está trabalhando por um bem comum, para impedir que as ilegalidades aconteçam."

Mourão afirma que mesmo sem as Forças Armadas no combate ao desmatamento na Amazônia, seria possível garantir o sucesso das ações, desde que todos os agentes trabalhassem. A Operação Verde Brasil 2 foi encerrada na semana passada.

"[Seria possível] Atuando de acordo com o planejamento que nós estamos fazendo semanalmente, ajustando a conduta para as áreas que estão apresentando maior incidência de irregularidade e com as agências se colocando efetivamente em campo", declarou.

Mourão preside o Conselho da Amazõnia, que faz reuniões semanais com autoridades do governo federal e locais para definir como conter o desmatamento na floresta.

"Estão aparecendo só dois agentes, três. Tem que aparecer mais gente", reclamou. "As Forças Armadas estão em reserva. Se for necessário, serão empregadas."

A reportagem do R7 procurou o Ministério do Meio Ambiente para comentar as afirmações de Mourão, mas, até a publicação desse texto, não recebeu resposta. 

Últimas