Brasil PF cumpre mandados contra governador de Santa Catarina

PF cumpre mandados contra governador de Santa Catarina

Carlos Moisés (PSL) é acusado de participar de desvios na compra de 200 respiradores durante a pandemia de covid-19

  • Brasil | Do R7

Casa do governadora de SC foi alvo de ação hoje

Casa do governadora de SC foi alvo de ação hoje

Divulgação

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal cumprem nesta quarta-feira (30) mandados de busca e apreensão contra o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), e outros dois ex-integrantes do governo estadual.

As medidas cautelares, determinadas pelo ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Benedito Gonçalves, têm como objetivo subsidiar o inquérito que apura fraudes na compra de respiradores para enfrentamento da pandemia da covid-19 no Estado. O contrato sob suspeita movimentou R$ 33 milhões.

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés

Julio Cavaleiro/Secom

Com as medidas, os investigadores buscam provas da relação entre o governador, sua equipe e empresários que venderam 200 respiradores ao estado de Santa Catarina. As investigações revelaram indícios de participação do chefe do Executivo estadual na contratação da empresa Veigamed.

Impeachment

Além do desgaste pelas acusações de desvios na pandemia, Carlos Moisés sofre com outra crise interna, que poder tirá-lo do cargo de governador.

No último dia 15, a comissão da Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou  por unanimidade, relatório que recomenda a instauração do processo de impeachment do governador e da vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido), por crime de responsabilidade.

Segundo denúncia, eles são acusados de conceder aumento aos procuradores do Estado por meio de um procedimento administrativo sigiloso e ilegal, sem autorização legislativa.

A investigação que levou à operação da PF e MPF desta quarta também motivou a abertura de um segundo processo de impeachment contra Carlos Moisés e sua vice.

Últimas