PRB quer eleger ao menos 30 prefeitos em São Paulo

Objetivo do partido é se fortalecer nas grandes cidades paulistas, incluindo a capital

Presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, fala com coordenadores regionais da sigla durante reunião em São Paulo

Presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, fala com coordenadores regionais da sigla durante reunião em São Paulo

Reprodução/Instagram/Marcos Pereira

De olho em pelo menos 5% das prefeituras paulistas nas eleições do ano que vem, o PRB se empenha em conseguir candidatos competitivos, principalmente nas grandes cidades do Estado. Segundo Sérgio Fontellas, vice-presidente estadual do partido, a meta é ambiciosa, mas pode ser atingida.

— A gente quer chegar a pelo menos 5% das cidades do Estado de São Paulo. Isso seria, no mínimo, 30 prefeitos. Estamos fazendo esse trabalho para um resultado mais do que positivo.

No domingo (28), Fontellas participou de uma reunião com deputados e coordenadores regionais da sigla, na capital paulista. No evento, o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, anunciou que vai tratar pessoalmente das negociações políticas nas grandes cidades, como Campinas e São José dos Campos.

— Nos municípios acima de 200 mil eleitores, ou seja, onde há segundo turno, quero conversar e entender os projetos.

O vice-presidente estadual acrescenta que o bom desempenho do partido nas eleições do ano passado já deixam claro que é possível ter um resultado similar nos municípios.

— Nós precisamos ser protagonistas também no Estado de São Paulo, da mesma forma que nós tivemos um ótimo desempenho nas eleições de 2014, em que conseguimos eleger oito deputados federais e quatro estaduais. Agora, chegou o momento da base, que são os municípios.

Atualmente, o PRB tem cinco prefeituras em São Paulo. Mas a preocupação do partido vai além, segundo Fontellas.

— Não é para fazer de qualquer forma. A gente tem que ver as pessoas que têm interesse de usar a sigla do PRB, mas pessoas idôneas, sérias e que não querem fazer barganha com o partido.

Ele destacou ainda a importância do nome do deputado federal Celso Russomanno, que deverá disputar a prefeitura da capital. Ele foi o candidato que mais recebeu votos em todo o País no ano passado.

O PRB volta a se reunir no próximo dia 9 de julho, em Brasília. No encontro, estarão os presidentes estaduais e a direção do partido, para estabelecer as diretrizes de outros Estados.

Leia mais notícias de Brasil