Brasil Servidores interrompem Dilma e pedem negociação salarial

Servidores interrompem Dilma e pedem negociação salarial

Manifestantes pediram que a presidente assinasse acordo coletivo para aumento de salário

Servidores interrompem Dilma e pedem negociação salarial

Dilma Rousseff disse a manifestantes que todos eram democráticos e avisou que todos têm direito de protestar

Dilma Rousseff disse a manifestantes que todos eram democráticos e avisou que todos têm direito de protestar

Roberto Stuckert Filho/23.05.2014/PR

Manifestantes interromperam o discurso da presidente Dilma Rousseff na manhã desta sexta-feira (23) durante o lançamento da Política Nacional de Participação Social.

Na ocasião, ela recebeu o 5º Relatório Nacional de Acompanhamento dos ODM (Objetivos de Desenvolvimento do Milênio) e entregou da 5ª edição do Prêmio ODM Brasil.

Integrantes do Sinasefe (Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica), que representa servidores das universidades federais em greve, pediram para a presidente assinar o acordo coletivo para aumento de salário e o projeto que destina 10% do PIB (Produto Interno Bruto) para a Educação Pública.

— Aqui somos todos democráticos. Vocês têm todo o direito de se manifestar e o restante de ouvir, então vamos negociar.

Leia mais notícias de Brasil e Política

Em seguida os manifestantes deixaram o auditório.