Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Aeroporto de Brasília aumenta de 27 para 56 o número de rotas internacionais diretas; saiba quais

Crescimento foi estimulado por Executivo local ter baixado de 12% para 7% ICMS sobre querosene de aviação

Brasília|Do R7, em Brasília


Avião estacionado no Aeroporto de Brasília
Avião estacionado no Aeroporto de Brasília

O Governo do Distrito Federal diz que os voos internacionais saindo direto da capital saltaram de 27 para 56 depois que o ICMS sobre querosene de aviação foi reduzido de 12% para 7%. O crescimento é de 107% entre junho de 2018 e fevereiro de 2020, informa o secretário de Fazenda, Itamar Feitosa. Entre as rotas internacionais estão Lima, Peru; Lisboa, Portugal; Cidade do Panamá; Buenos Aires, Argentina; e Miami e Orlando, nos Estados Unidos.

O secretário de Relações Internacionais do DF, Paco Britto, afirmou que já pediu a abertura de novas rotas, agora para Santiago, no Chile, e Assunção, no Paraguai. "Somos um hub fundamental para gerar conectividade, uma cidade que está no centro da América do Sul, com cerca de 3,5 milhões de habitantes — e, se incluirmos o Entorno, são mais de 6 milhões de pessoas", afirmou.

Leia também

Já o secretário de Turismo, Cristiano Araújo, afirmou que o aumento de rotas diretas de Brasília para destinos internacionais "significa geração de emprego e renda por meio do turismo. Brasília está pronta para receber os peruanos, e nosso trade está alinhado para oferecer a melhor experiência aos visitantes que vão desembarcar para conhecer a capital de todos os brasileiros", afirmou.

Saiba quais são os voos internacionais que saem e chegam diretamente no Aeroporto de Brasília:

Voos internacionais que chegam a Brasília
Voos internacionais que chegam a Brasília
Voos internacionais que saem diretamente de Brasília
Voos internacionais que saem diretamente de Brasília

Com informações da Agência Brasília

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.