Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Após ataque hacker em site, DataSUS faz manutenção na rede

Saúde informa que inspeção ocorre na rede própria e que por isso sistemas internos ficarão temporariamente indisponíveis

Brasília|Lucas Nanini, do R7, em Brasília

DataSUS faz manutenção na rede interna; site do Ministério da Saúde foi invadido na semana passada
DataSUS faz manutenção na rede interna; site do Ministério da Saúde foi invadido na semana passada DataSUS faz manutenção na rede interna; site do Ministério da Saúde foi invadido na semana passada ALOISIO MAURICIO/ESTADÃO CONTEÚDO

O Ministério da Saúde informou que o DataSUS (Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde) realiza nesta segunda-feira (13) uma manutenção preventiva em sua rede interna. A pasta anunciou que, devido a essa ação, “os sistemas internos ficarão temporariamente indisponíveis”.

A manutenção ocorre três dias depois que um hacker invadiu o site oficial do Ministério da Saúde e deixou indisponíveis diversas páginas, como a do ConecteSUS, que contém informações, por exemplo, sobre a vacinação da população contra a Covid-19.

Neste domingo (12), o governo informou que o processo para recuperação dos registros dos brasileiros vacinados contra a Covid-19 foi finalizado. Uma avaliação preliminar da Polícia Federal mostrou que as informações não foram roubadas, em um ataque conhecido como ransomware, em que as informações são criptografadas e dificilmente podem ser recuperadas. No caso da Saúde, a suspeita é de que houve um ataque de DNS, que redirecionou o acesso a servidores do órgão.

O ministério afirmou que "trabalha para restabelecer o mais rápido possível os sistemas para registro e emissão dos certificados de vacinação". A expectativa é que ainda nesta semana os dados possam novamente ser acessados pelos brasileiros.

Publicidade

O governo chegou a adiar a exigência de quarentena de cinco dias para não vacinados que queiram entrar no país, alegando que não seria possível comprovar a imunização dos passageiros em alguns casos.

Hackers pedem resgate por dados copiados do site do Ministério da Saúde
Hackers pedem resgate por dados copiados do site do Ministério da Saúde Hackers pedem resgate por dados copiados do site do Ministério da Saúde

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso determinou, no último sábado (11), a exigência de passaporte da vacina para a entrada no Brasil. O viajante só fica dispensado de apresentar o comprovante por motivos médicos caso venha de um país onde não há vacina disponível ou por razão humanitária excepcional. A decisão de Barroso vale a partir do momento em que os órgãos envolvidos forem notificados. A comunicação oficial deve sair do STF nesta segunda-feira.

O R7 procurou o Ministério da Saúde e a Casa Civil da Presidência da República para falar sobre novas medidas referentes ao passaporte da vacina, mas não recebeu resposta até a publicação desta reportagem. O espaço permanece aberto para que o governo se manifeste.

Leia também

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.