Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Danilo Dupas pede demissão do Inep, e MEC nomeia novo presidente

Nomeado por Milton Ribeiro, Dupas protagonizou uma série de polêmicas na autarquia. Segundo o MEC, a demissão foi a pedido

Brasília|Hellen Leite, do R7, em Brasília

Danilo Dupas foi nomeado para a presidência do Inep em fevereiro de 2021 por Milton Ribeiro
Danilo Dupas foi nomeado para a presidência do Inep em fevereiro de 2021 por Milton Ribeiro Danilo Dupas foi nomeado para a presidência do Inep em fevereiro de 2021 por Milton Ribeiro

O presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), Danilo Dupas, pediu demissão do cargo nesta quarta-feira (27). Carlos Moreno, diretor de Estatísticas Educacionais, assume a cadeira interinamente. 

"A saída de Danilo Dupas Ribeiro ocorre a pedido do próprio. O MEC agradece o trabalho realizado à frente do Inep e reforça que Moreno dará continuidade ao trabalho realizado", informa a nota do Ministério da Educação. Moreno, o novo presidente, é servidor de carreira do Inep, doutorando em Educação pela Universidade Católica de Brasília e mestre em Estatísticas pela UnB (Universidade de Brasília). 

Leia também: Entidades vão à Justiça pedir o afastamento do presidente do Inep

Danilo Dupas, nomeado em fevereiro de 2021 pelo então ministro Milton Ribeiro, protagonizou uma série de polêmicas na autarquia, que entre outras coisas é responsável por organizar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Em outubro do ano passado, ele depôs na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados depois que servidores ligados ao Enem pediram o desligamento de seus cargos. Os servidores alegaram "fragilidade técnica e administrativa da atual gestão máxima do Inep". Danilo Dupas também chegou a dizer que Milton Ribeiro queria acesso prévio à prova do Enem para garantir que ela fosse técnica.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.