DF no Ar Mulheres têm direito a acompanhante em consultas no DF

Mulheres têm direito a acompanhante em consultas no DF

Estabelecimentos que descumprirem a medida podem pagar multa de até R$ 10 mil 

Todas as mulheres no Distrito Federal têm direito a um acompanhante em exames e consultas médicas. A medida, que vale para estabelecimentos públicos e privados, foi convertida em lei e publicada no Diário Oficial do DF desta quarta-feira (12). O governor em exercício, Paco Britto assina a norma.

Pelo texto, as unidades de saúde ficam obrigadas a informar as pacientes desse direito, que vale inclusive para procedimentos ginecológicos. O alerta deve estar em local de fácil acesso das mulheres.

SAIBA MAIS: 

Distritais pedem apuração sobre erros em reconhecimento facial

Incêndios atingem usina de asfalto, caminhão e 4 ônibus no DF

Em nível crítico, ocupação de leitos de UTI Covid-19 no DF chega a 91%

Últimas