Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Governo do DF tem plano de entregar 100 mil habitações nos próximos dez anos

Governador Ibaneis Rocha disse que, até 2026, gestão dele espera entregar pelo menos 40 mil unidades

Brasília|Edis Henrique Peres, do R7, em Brasília


Ibaneis Rocha, Ibaneis, governador do DF, distrito federal
Subsídios de R$ 15 mil começaram a ser entregue nesta quinta Renato Alves/ Agência Brasília - 27.06.2024

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), anunciou nesta quinta-feira (27) que o Executivo local espera entregar em 10 anos 100 mil unidades habitacionais para beneficiar a população mais vulnerável. A declaração foi dada durante entrega do subsídio de R$ 15 mil do Programa Morar DF aos primeiros beneficiados pela iniciativa.

Veja Mais

“A gente espera entregar, até o fim do nosso mandato, uma quantidade de moradias nunca vista no DF. A previsão é chegar a 40 mil até 2026 e, nos próximos 10 anos, atingir até 100 mil unidades habitacionais para beneficiar a população que precisa de uma moradia”, disse.

Ibaneis destacou que a casa própria é a garantia de mais segurança para a família. Sobre o subsídio de R$ 15 mil ele disse que, até o fim deste ano, pelo menos 30 mil pessoas serão beneficiadas.

“Temos R$ 50 milhões no orçamento para destinar ao programa Morar DF. Esperamos beneficiar em torno de 30 mil pessoas e entregar ano que vem a moradia para várias delas. A gente sabe o prazer que é a pessoa ter uma casa própria, um teto seu, para ter uma vida com segurança”, afirmou.

Publicidade

O chefe do Palácio do Buriti também comentou sobre a infraestrutura que é entregue nos conjuntos habitacionais para a população.

“No Itapoã Parque, que pretendemos entregar em torno de 12 mil habitações, já temos CRAS [Centro de Referência de Assistência Social] e escola e estamos construindo uma UBS [Unidade Básica de Saúde]. Então, estamos pensando em toda a infraestrutura para a população ter acesso ao que precisa”, disse.

Publicidade

Morar DF

O Programa Morar DF foi sancionado pelo governador no começou do mês. Ele fornece R$ 15 mil às famílias com até cinco salários mínimos para facilitar a compra do primeiro imóvel. O montante pode ser obtido tanto nos empreendimentos do governo como da iniciativa privada.

De acordo com a Codhab (Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF), do total de 100 mil pessoas habilitadas na companhia, 96% delas são de famílias que poderiam receber o subsídio.

O presidente da companhia, Marcelo Fagundes, explica que a ideia é que o subsídio “complemente ou pague integralmente o valor da entrada do imóvel”.

“Assim a pessoa conquista o sonho da casa própria. Com isso nós estamos ofertando mais unidades e estamos dando condições para quem mais precisa”, garantiu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.