Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Justiça condena motorista que atropelou e matou casal de ciclistas em Santa Maria (DF)

A motorista, que dirigia alcoolizada, foi condenada a cinco anos e dez meses de reclusão por homicídio culposo 

Brasília|Carlos Eduardo Bafutto, do R7, em Brasília

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios
Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) condenou uma mulher a cumprir a pena de cinco anos e dez meses de reclusão por, sob a influência de álcool, matar atropelados dois ciclistas em Santa Maria (DF).

O acaso ocorreu em 17 de abril deste ano. A mulher atropelou Hilberto Oliveira da Silva, que morreu na hora, e a esposa dele, Vera Lúcia da Cruz Sampaio, que chegou a ser encaminhada ao Hospital Regional de Santa Maria, mas não resistiu aos ferimentos.

A motorista, de 36 anos, foi presa em flagrante. O teste do bafômetro, feito no local do acidente, indicou embriaguez acima do dobro considerado crime por lei. No entanto, ela foi liberada no dia seguinte sem pagar fiança.

O Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) pediu a condenação da mulher por homicídio culposo. Já a defesa da motorista pediu a aplicação das penas mínimas, já que a acusada confessou espontaneamente a autoria do atropelamento.

Publicidade

O advogado dela solicitou ainda que a pena privativa de liberdade fosse substituída por restritiva de direitos. No entanto, o juiz avaliou que a autoria dos delitos estão comprovados pelas provas do processo e que ficou demonstrado que a mulher, de forma imprudente, colidiu o veículo que dirigia contra as bicicletas das vítimas causando a morte dos dois ciclistas. 

Para o magistrado, a acusada foi imprudente por conduzir o carro após uma madrugada sem dormir e ainda sob a influência de álcool.

"Neste contexto, observo que a acusada, agindo com imprudência, frustrou o dever de cuidado objetivo e, com este comportamento, ocasionou a colisão com as vítimas e, consequentemente, a morte destas,” disse o juiz. A acusada poderá recorrer em liberdade e deverá cumprir a pena em regime inicial semiaberto.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.