Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Lira define relatores das CPIs do MST, das apostas esportivas e das Americanas nesta terça-feira

Acordo para as relatorias das comissões deve sair da reunião de líderes dos partidos; CPIs serão instaladas nesta semana

Brasília|Hellen Leite, do R7, em Brasília


Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL)
Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL)

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que os relatores de três CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) devem ser definidos na reunião de líderes desta terça-feira (25).

Devem ser lidos nesta semana os requerimentos das comissões que vão investigar as ocupações do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), os indícios de fraude em apostas esportivas e o rombo de R$ 20 bilhões nas Americanas.

· Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Segundo Lira, as comissões não vão atrapalhar o funcionamento da Câmara, que ainda tem outros assuntos importantes em pauta, como o novo arcabouço fiscal, previsto para ser votado na Casa em 10 de maio.

O pedido de abertura da CPI do MST foi protocolado em 15 de março na Câmara pelo deputado federal tenente-coronel Zucco (Republicanos-RS). O requerimento, assinado por 172 deputados, teve uma assinatura a mais além do exigido para que um pedido de CPI seja protocolado. De acordo com o requerimento de criação, a CPI do MST deve ser composta de 27 titulares e 27 suplentes, com prazo de até 120 dias.

Publicidade

Já a CPI para investigar os esquemas de manipulação de resultados em partidas de futebol profissional foi protocolada em 14 de março na Câmara. De iniciativa do deputado Felipe Carreras (PSB-PE), o requerimento tem a assinatura de outros 204 parlamentares. 

A CPI das Americanas foi sugerida no dia 9 de março, de autoria do deputado André Fufuca (PP-MA), que cita no pedido as inconsistências contábeis divulgadas pelas Americanas em 11 de janeiro. A empresa informou rombo de R$ 20 bilhões nos caixas financeiros. 

CPMI dos atos extremistas de 8 de janeiro

Além dessas comissões, há a expectativa de que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), instale, na quarta-feira (26), a CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) para investigar os atos de vandalismo do 8 de Janeiro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.