Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Lula anuncia investimento de R$ 1 bilhão em universidades de Minas Gerais

Valor será voltado para a construção de institutos federais, hospitais universitários, prédios e reformas

Brasília|Giovana Cardoso, do R7, em Brasília


Evento aconteceu nesta quinta-feira em Minas Ezequiel Fagundes / Record Minas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou nesta quinta-feira (27) o investimento de R$ 1 bilhão em universidades de Minas Gerais. O valor será voltado para a construção de institutos federais, hospitais universitários, prédios e reformas. A fala foi feita durante um evento em Contagem (MG), onde também foram anunciados investimentos em áreas da saúde, cultura e infraestrutura urbana.

Nas redes sociais, Lula falou sobre os investimentos e afirmou que também discutirá a questão das dívidas do estado mineiro com a União. O prazo para Minas Gerais pagar a sua dívida com a União se encerraria em abril. Entretanto, o ministro Kássio Nunes Marques do STF (Supremo Tribunal Federal) prorrogou por mais 90 dias.

Veja mais

Também estavam presentes o ministra da Saúde, Nísia Trindade, da ministra da Cultura, Margareth de Menezes, do ministro das Cidades, Jader Filho, do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Em Contagem, Lula visitou obras da avenida Maracanã, via que integrará as cidades de Esmeraldas, Betim e Belo Horizonte. A construção deve beneficiar cerca de 220 mil pessoas e tem 4,5km de extensão, além de contar com corredor exclusivo de ônibus para diminuir o tempo de deslocamento. Segundo o governo, a construção também pode mitigar os problemas de inundações, com implantação de canal de macrodrenagem com 3,5 km e construção de um parque linear ao longo do leito do córrego.

Publicidade

Além de Minas Gerais, o presidente também passará por Pernambuco, onde pagará os acordos indenizatórios às famílias proprietárias de moradias localizadas na região metropolitana de Recife com alto risco de desabamento. Segundo Lula, o problema dos chamados “prédios-caixão” dura mais de 30 anos e um acordo está sendo firmado por seguradoras e pela Caixa Econômica.

Conselhão

Nesta quinta-feira, Lula participou, ainda, de uma reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico Social Sustentável, o chamado “Conselhão”, para debater políticas públicas. O evento contou com a presença do vice-presidente, Geraldo Alckmin, do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, da ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, entre outros.

Na ocasião, o grupo de conselheiros debateu com o presidente sugestões relacionadas à formulação de políticas para reduzir desigualdade e fomentar desenvolvimento econômico e sustentável do país.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.