Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Lula diz que morte de menina de 3 anos baleada pela PRF é 'algo que não pode acontecer'

Heloisa dos Santos Silva morreu na manhã deste sábado; ela estava internada em estado gravíssimo desde o dia 7

Brasília|Giovanna Inoue, do R7, em Brasília


Heloisa morreu na manhã deste sábado
Heloisa morreu na manhã deste sábado

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou, neste sábado (16), a morte de Heloisa dos Santos Silva, menina de 3 anos baleada durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal no Rio de Janeiro, e afirmou que o caso é "algo que não pode acontecer". A menina morreu na manhã deste sábado. Ela estava internada em estado gravíssimo desde o dia 7.

Lula se manifestou sobre o caso em redes sociais. "Morreu hoje a pequena Heloisa dos Santos Silva, de 3 anos, atingida por tiros de quem deveria cuidar da segurança da população. Algo que não pode acontecer. A dor de perder uma filha é tão grande que não tem nome para essa perda. Não há o que console. Meus sentimentos e solidariedade aos pais e demais familiares", afirma.

Em nota, a PRF lamentou a morte da criança e se solidarizou com a família de Heloisa.

Relembre o caso

A menina foi baleada no dia 7, quando o carro da família passava pelo Arco Metropolitano. Segundo o pai da criança, o veículo foi seguido por uma viatura da PRF, e ao menos cinco tiros foram disparados.

Publicidade

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

As investigações mostraram que o automóvel em que eles estavam era roubado. Willian Silva afirmou que não sabia da irregularidade do veículo. Segundo ele, a família tinha acabado de comprá-lo de um amigo que mora em Petrópolis, na região serrana do Rio.

A Corregedoria da PRF e o MPF (Ministério Público Federal) investigam o caso. Os agentes envolvidos na ação foram afastados preventivamente das funções e vão passar por exames psicológicos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.