Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mais um suspeito de participar de chacina de dez da mesma família é preso no DF

Homem conhecido como 'Galego' é a quinta pessoa a ser presa em operação da polícia que tenta desvendar o crime

Brasília|Sarah Paes, do R7, em Brasília

Familiares mortos na chacina
Familiares mortos na chacina Familiares mortos na chacina

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, nesta quinta-feira (26), mais um homem suspeito de participar da chacina que matou dez pessoas da mesma família no Distrito Federal. O homem, de 25 anos, conhecido como "Galego", foi preso no Itapoã.

De acordo com a investigação da polícia, ele “teria participado da associação criminosa que praticou os crimes de extorsão mediante sequestro, agravada pelo resultado morte, ocultação de cadáver e corrupção de menores”.

Além de Galego, outros quatro suspeitos foram presos: Horácio Barbosa, Fabrício Canhedo, Gideon Batista e Carlomam dos Santos. Um adolescente, de 17 anos, também foi apreendido, mas liberado após prestar depoimento na 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), responsável pelo caso. 

Até o momento, cinco pessoas foram presas suspeitas de terem participado dos assassinatos. Um adolescente de 17 anos foi encaminhado à Delegacia da Criança e Adolescente I (DCA I) e foi liberado na manhã seguinte após ser ouvido pela polícia.

Publicidade

Relembre o caso

No dia 13 de janeiro, os corpos da cabeleireira Elizamar da Silva e de seus três filhos (Gabriel, 7, Rafael, 6, e Rafaela, 6) foram encontrados carbonizados dentro de um carro em uma pista próxima à cidade de Cristalina (GO).

Após a identificação dos corpos, a Polícia Civil do DF constatou que outras pessoas da mesma família estavam desaparecidas. Em 14 de janeiro, um carro com o corpo de duas mulheres foi encontrado em Unaí (MG). A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) confirmou que os corpos eram de Renata e Gabriela Belchior, sogra e cunhada da cabeleireira Elizamar da Silva.

Publicidade

Após a prisão de dois suspeitos, Gideon Batista de Menezes e Horácio Carlos Ferreira Barbosa, a polícia encontrou uma casa que foi usada como cativeiro em Planaltina. Nos fundos dessa casa foi encontrado o corpo de Marcos Antônio, sogro de Elizamar.

Na madrugada de terça-feira (24), três corpos foram encontrados ao lado de uma casa abandonada, dentro de uma cisterna, em Planaltina, no Distrito Federal. O corpos foram confirmados como de Thiago Gabriel (marido de Elizamar), Ana Beatriz Marques de Oliveira (filha de Marcos) e Cláudia Regina (ex-esposa de Marcos e mãe de Ana Beatriz).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.