Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

ONG resgata cadela do Zoonoses e evita eutanásia do animal no DF

Marvel teria sido diagnosticada com leishmaniose. Decisão judicial impediu que fosse sacrificada

Brasília|Jéssica Moura, do R7, em Brasília

Cadela Marvel e voluntária Ana Paula Vasconcelos após resgate
Cadela Marvel e voluntária Ana Paula Vasconcelos após resgate Cadela Marvel e voluntária Ana Paula Vasconcelos após resgate

A cadela Marvel, de 3 anos, que seria sacrificada no Centro de Zoonozes, foi resgatada por voluntários do projeto Adote São Francisco nesta terça-feira (31). Para evitar a eutanásia, a advogada da ONG, Ana Paula Vasconcelos, ingressou com uma ação judicial, cuja decisão só foi proferida no fim da tarde de ontem.

Na semana passada, um dos voluntários foi até o Zoonoses, no Setor de Áreas Isoladas Norte (Sain), quando se deparou com a cadela no espaço de isolamento, onde ficam os animais que serão sacrificados. "Me ligou desesperado porque viu que era uma cadela perfeitamente saudável", relata Ana Paula.

Segundo ela, Marvel estaria no local porque teria contraído leishmaniose. A infecção, causada por protozoários, compromete o sistema imunológico dos cachorros, além de provocar sintomas como vômitos, diarreia, lesões de pele e sangramentos. Apesar de incurável, a moléstia tem tratamento. 

"Em tempo recorde, entrei com a ação judicial, porque não quiseram me deixar tirá-la de lá sem ação judicial, o que já é um absurdo, porque nas outras gerências nós retirávamos animais de lá com o compromisso de que fossem tratados", diz Ana Paula.

Publicidade

A ONG ainda conseguiu uma nova tutora para a cadela. De acordo com a voluntária, Marvel não tinha nenhum sintoma: "Iam matar a bichinha à toa".

Em contato com a gerência do Zoonoses, Ana Paula informou que esperava a decisão judicial para retirar o animal de lá nesta terça. Contudo, ela foi informada de que o sacrifício dos animais seria às 7h30. Ela pediu então que esperassem. A decisão que impedia a eutanásia foi proferida às 15h40, quando foram buscar Marvel.

Publicidade

"Nada justificava a urgência, uma vez que os canis do Zoonoses estão completamente vazios e tendo conhecimento de que a qualquer momento sairia a decisão judicial", disse Vasconcelos.

"Vamos repetir todos os exames dela. Confirmando o diagnóstico de leishmaniose, ela vai ser tratada, é uma doença totalmente controlada. É crônica, como qualquer outro ser vivo, convive desde que tratado." Agora, Marvel terá um novo lar. A Secretaria de Saúde foi procurada, mas ainda não se manifestou sobre o assunto.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.