Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Pit bull ataca jovem de 17 anos e mata cachorro shih tzu no Distrito Federal

Caso aconteceu em Vicente Pires no último domingo; polícia civil do DF investiga

Brasília|Edis Henrique Peres, do R7, em Brasília

Pit bull
Outro pit bull atacou no começo do ano mulher em Samambaia Sul (PMDF/Divulgação/PMDF/Divulgação)

Um pit bull atacou uma jovem de 17 anos e matou um cachorro shih tzu no último domingo (19) no Distrito Federal. O caso aconteceu em Vicente Pires, na Colônia Agrícola Samambaia. Segundo informações da Polícia Civil do DF, a jovem de 17 anos passeava por volta das 19h30 com seu cachorro quando foram atacados pelo pit bull.

Veja Mais

De acordo com relato da vítima, o pit bull estava sem tutor e sem focinheira. A jovem tentou defender o shih tzu, mas também foi mordida pelo animal. O cachorro apenas soltou a shih tzu quando um homem que passava no local pegou um pedaço de pau.

A jovem chegou a levar a shih tzu para o veterinário, mas a cadela não resistiu aos ferimentos. O caso é investigado pela 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires).

Falta de focinheira

No fim de abril outro caso de ataque de pit bull foi registrado no DF, desta vez em Samambaia Sul. Uma mulher foi atacada, por volta das 18h30, em uma parada de ônibus na QR 517. Ela ficou ferida no rosto e no pescoço. A vítima foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e levada ao Hospital Regional de Taguatinga. Segundo a corporação, a mulher foi salva por um borracheiro que conseguiu salvá-la e prender o animal.

Publicidade

No ano passado, também em Samambaia, uma cadela também da raça shih tzu teve as patas amputadas após sofrer um ataque de pit bulls. O ataque aconteceu entre as grades da casa onde o animal estava, após os dois pit bulls fugirem do canil do vizinho.

O caso foi registrado na 26ª Delegacia de Polícia, unidade de flagrante da capital do país, e é investigado como omissão de cautela na guarda e condução de animais.

Publicidade

Segundo depoimento prestado pelo dono da shih tzu de 9 anos, por volta das 6h40, ele ouviu a cadelinha, chamada Daiane, ganindo na garagem. Ao olhar pela janela, notou que o animal estava sendo atacado por outros dois cachorros, que a abocanharam pelas patas por entre as grades da casa.

Para tentar conter o ataque dos pit bulls, o tutor de Daiane usou um cabo de vassoura, o que não adiantou. Os cachorros só largaram a shih Tzu quando o vizinho os atacou com uma barra de ferro. A shih tzu sofreu ferimentos graves, e precisou amputar uma pata dianteira e outra traseira.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.