Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Guaíba chega a 4,08m, o menor nível desde o começo do agravamento das enchentes

Volume de água do lago ainda está 1,08m acima do nível do transbordamento; as medição são do Cais Mauá, em Porto Alegre

Cidades|Do R7

Nível do Guaíba é o menor desde 2 de maio (MAXI FRANZOI/Maxi Franzoi/AGIF-Estadão Conteúdo — 20.05.2024)

De acordo com a ANA (Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico), o nível do Guaíba chegou a 4,08m, menor medição desde o dia 2 de maio, quando começou o agravamento das enchentes no Rio Grande do Sul.

Esse nível foi atingido às 8h15 desta terça-feira (21), no Cais Mauá, em Porto Alegre,. A água segue baixando, mas ainda está 1,08 m acima do nível de transbordamento do lago, que é quando o volume de água transforma-se em enchente e causa danos aos moradores da capital gaúcha.

As fortes chuvas iniciaram-se no dia 27 de abril, mas foi em 2 de maio que começaram os registros das cheias, que chegaram no pico em 5 de maior, quando o Guaíba atingiu o pico histórico de 5,33m.

De acordo com o relatório de ontem. às 12h, do IPH (Instituto de Pesquisas Hidráulicas) da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), ainda essa semana o nível de água do lago deve ficar abaixo dos 4 metros.

Publicidade

No entanto, os pesquisadores demonstram preocupações no caso da ocorrência de novas chuvas. Além disso, há previsões de fortes ventos no fim desta semana, o que também mexe com o volume do Guaíba.

“Pode ocorrer represamento do Guaíba pelo vento sul forte previsto para sexta-feira, causando nova elevação para a casa dos 4 m. Chuvas durante a semana também poderão contribuir com elevação dos níveis e prolongar a cheia acima de 3 m em junho”, indica o documento da UFRGS.

Publicidade

Nível de rios também estão em queda

Após a subida rápida de águas que o Guaíba atingiu na semana passada, quando o nível alcançou 5,18 m, no dia 15, os rios afluentes ao lago também apresentam redução dos níveis, sendo os baixos Taquari e Cai já em recessão em níveis moderados, e Sinos e Jacuí elevados com redução lenta.

Publicidade

Situação da Lagoa dos Patos

Se as águas do Guaíba baixam, a previsão é que o nível da Lagoa dos Patos suba. O Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) soltou um alerta, na última segunda-feira (20), sobre a grande possibilidade enchentes e inundações na região sudeste do estado até a próxima sexta-feira e destacou as cidades que são banhadas pela lagoa.

De acordo com o órgão, estão previstas chuvas nos próximos dias, com acumulados que chegam a 150 mm até a sexta, principalmente entre amanhã e quinta-feira.



Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.