Brasília Portal R7 e Record TV têm seis reportagens finalistas no Prêmio CNT de Jornalismo

Portal R7 e Record TV têm seis reportagens finalistas no Prêmio CNT de Jornalismo

Na edição de 2022, R7 e Record TV concorrem nas categorias meio ambiente e vídeo; resultado será anunciado em novembro

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Redação do Portal R7, em Brasília

Redação do Portal R7, em Brasília

R7/Divulgação

Duas reportagens do Portal R7 e quatro da Record TV são finalistas no Prêmio CNT de Jornalismo 2022, nas categorias meio ambiente e vídeo. Os vencedores serão conhecidos em novembro. A cerimônia de premiação está prevista para dezembro. 

No Portal R7, o especial Estrada para a sustentabilidade discute o consumo de combustíveis fósseis nas estradas brasileiras, em especial o diesel, e como alternativas biodegradáveis poderiam diminuir as emissões de gás carbônico.

Já a reportagem Riqueza enferrujada e poluente joga luz sobre o problema do abandono de carros em pátios das polícias e Detrans de todo o país e discute a falta de políticas públicas para a indústra da reciclagem. A estimativa é que o Brasil deixa de arrecadar cerca de R$ 40 bilhões por ano ao mesmo tempo em que milhares de veículos abandonados se desmancham a céu aberto em pátios públicos.

Na categoria vídeo, a Record TV é finalista com quatro reportagens: Caminho até a escola, Estrada da riquezaRoubo de carga, do Jornal da Record, e Trânsito que mata, do Câmera Record

Ao todo, 30 reportagens disputam a final do prêmio nas categorias: áudio (para matérias de rádio e podcasts), fotojornalismo, impresso, internet, meio ambiente e transporte e vídeo (para reportagens e documentários veiculados na TV e em serviços de streaming). 

Para chegar a esse resultado, as reportagens e fotografias inscritas foram validadas pela comissão organizadora e avaliadas por um grupo pré-selecionado, formado por cinco jornalistas com atuação acadêmica. Essa avaliação seguiu os seguintes critérios: relevância para o setor de transporte, para o transportador e para a sociedade; qualidade editorial; criatividade/originalidade; e atualidade dos temas.

Os finalistas, agora, serão avaliados pelo corpo de jurados do prêmio, que, neste ano, é constituído por Caio Quero, editor-chefe da BBC Brasil; Daniel Rittner, repórter especial do Valor Econômico; Gustavo Uribe, colunista de política da CNN Brasil; Rodrigo Orengo, diretor-executivo de jornalismo da Band Brasília, e Luiz Afonso dos Santos Senna, Ph.D. em Transportes e conselheiro-presidente da Agergs (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul).

Últimas