Brasília Projeto leva agricultoras para passeio turístico em Brasília

Projeto leva agricultoras para passeio turístico em Brasília

Produtoras rurais de baixa renda de Brazlândia conhecerão pontos turísticos da capital neste sábado; ação foi criada pela Conafer

  • Brasília | Do R7, em Brasília

A agricultora Florismar Gomes regando a plantação

A agricultora Florismar Gomes regando a plantação

Pedro Ventura/Agência Brasília - 9.11.2015

Produtoras rurais de baixa renda de Brazlândia, no Distrito Federal, farão um passeio pelos principais pontos turísticos de Brasília neste sábado (25). A ação faz parte da primeira edição de um projeto desenvolvido pela Confederação Nacional de Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais (Conafer) e voltado para mulheres agricultoras do DF que não têm acesso à cultura da cidade.

Segundo a entidade, o projeto será mensal e vai passar por diversas regiões rurais do DF. No evento deste sábado, um grupo de cerca de 30 mulheres vai fazer um tour pelo centro da capital federal a partir das 8h.

A ação será realizada em parceria com empresas e órgãos do Governo do Distrito Federal, como a Secretaria de Turismo, que vai conceder ônibus para ida e volta na companhia de um guia turístico.

Durante o trajeto, as mulheres vão almoçar no restaurante universitário da UnB. O passeio inclui ainda uma introdução de capacitação de empreendedorismo voltado ao turismo rural.

De acordo com a Conafer, a seleção será feita pela Secretaria da Mulher, com proridade para mulheres mais idosas e de renda mais baixa de regiões rurais do DF. O trajeto inclui o Museu Vivo da Memória Candanga, Igreja Nossa Senhora de Fátima, Catedral Metropolitana, Ermida Dom Bosco e Praça dos Três Poderes.

Leia também: Programação do fim de semana tem shows, exposições e mostra de cinema no DF

Segundo a Secretaria de Turismo, a ação é realizada para contribuir com o avanço das conquistas das mulheres rurais do DF e Entorno, por meio do reconhecimento da cultura da capital do país.

O secretário da pasta, Cristiano Araújo, conta que o turismo deve ser acessível para todos. Na avaliação dele, o projeto cria oportunidades para as mulheres conhecerem Brasília em uma experiência completa. “Esse é o início de um trabalho integrado, uma ação do governo que agrega diversos setores com o intuito de atender a sociedade, tornando Brasília cada vez mais acessível”, afirmou.

Últimas