Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Receita Federal lança concurso com 699 vagas de nível superior

Oportunidades são para os cargos de analista tributário e auditor fiscal; remunerações vão de R$ 11 mil a R$ 21 mil

Brasília|Carlos Eduardo Bafutto, do R7, em Brasília


Delegacia da Receita Federal em São Paulo
Delegacia da Receita Federal em São Paulo

A Receita Federal lançou, nesta segunda-feira (5), o edital para concurso público com 469 vagas de analista tributário e 230 de auditor fiscal. Ao todo, são 699 oportunidades para quem tem nível superior em qualquer área de formação. As remunerações iniciais são de R$ 21.029,09 para o cargo de auditor fiscal e de R$ 11.684,39 para analista tributário. 

O concurso é organizado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e será realizado em duas etapas. A primeira terá prova objetiva, prova discursiva (ambas de caráter eliminatório e classificatório) e pesquisa de vida pregressa — de caráter eliminatório. Já a segunda etapa é o curso de formação profissional, também de caráter eliminatório.

As inscrições começam em 12 de dezembro e vão até 19 de janeiro, no site oficial da banca organizadora FGV. As taxas de inscrição serão de R$ 115 para analistas e R$ 210 para auditores.

VEJA AQUI O EDITAL DO CONCURSO DA RECEITA FEDERAL

Publicidade

Provas

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas em todas as capitais do país, na provável data de 19 de março, com 140 questões de múltipla escolha de conhecimentos básicos e específicos.

Para o cargo de auditor fiscal, a prova discursiva apresentará duas questões sobre o conteúdo programático de conhecimentos específicos. Já os candidatos ao cargo de analista tributário terão que responder uma questão discursiva de conhecimentos específicos. 

Publicidade

Os candidatos aprovados nas provas serão convocados para a realização da Pesquisa de Vida Pregressa. Trata-se de etapa eliminatória, e o candidato será considerado recomendado ou não recomendado. Essa etapa examina o perfil social do candidato sobre a vida pregressa e atual, social, funcional, civil e criminal.

O levantamento serve para apontar se existe incompatibilidade do candidato para exercer funções inerentes aos cargos previstos no edital, dada a natureza e o grau de responsabilidades pertinentes ao cargo.

Publicidade

Leia também

Curso de Formação

O curso de formação será online, com provas realizadas presencialmente em até cinco cidades: Brasília (DF), Manaus (AM), Recife (PE), São Paulo (SP) e Curitiba (PR). Está prevista também uma semana de integração presencial dos candidatos. O candidato classificado para essa etapa deverá informar, no ato da matrícula do curso, em qual polo deseja realizar as provas presenciais e participar da semana de integração. 

A alocação dos candidatos em cada polo considerará a classificação obtida na primeira etapa do concurso, a ordem de preferência indicada pelo candidato e a disponibilidade de vagas em cada polo. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.