Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Zanin autoriza inquérito sobre tapa de vice-presidente do PT em deputado dentro da Câmara

Washington Quaquá, vice do PT, deu tapa em Messias Donato no plenário da Câmara em dezembro do ano passado

Brasília|Gabriela Coelho e Hellen Leite, do R7, em Brasília


STF aceitou sugestão da PGR para investigar deputado do PT
STF aceitou sugestão da PGR para investigar deputado do PT Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

O ministro Cristiano Zanin, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou nesta segunda-feira (8) o pedido de instauração de inquérito contra o deputado federal Washington Quaquá (PT-RJ). O parlamentar vai ser investigado no episódio em que deu um tapa no rosto do deputado federal Messias Donato (Republicanos-ES) durante uma sessão no Congresso Nacional, em dezembro do ano passado.

A Procuradoria Geral da República (PGR) fez o pedido de investigação. Zanin também concordou em notificar o YouTube para preservar o vídeo chamado "Quaquá dá tapa no rosto de Messias Donato durante promulgação da tributária". A Polícia Federal será encarregada de realizar essa ação, seguindo as normas e procedimentos apropriados para a coleta de evidências digitais.

O deputado federal será notificado e, caso queira, terá um prazo de 15 dias para apresentar suas explicações sobre o caso. A reportagem entrou em contato com a assessoria de Quaquá e aguarda sua resposta. Na época do incidente, a assessoria do deputado afirmou que a reação dele foi "desencadeada por uma agressão anterior".

O episódio aconteceu no dia 20 de dezembro do ano passado, no dia da promulgação da reforma tributária no Congresso, com a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e de ministros do governo. A cerimônia foi marcada por embates entre parlamentares governistas e da oposição.

Publicidade

O vídeo que mostra a confusão foi postado pelo deputado agredido. As imagens mostram quando parlamentares da oposição proferem palavras de ordem contra Lula enquanto são filmados por Quaquá, que é vice-presidente do PT.

Em seguida, Donato segura o braço do parlamentar, na tentativa de impedir a filmagem. É nesse momento que Quaquá desfere um tapa no rosto do deputado do Republicanos. Messias Donato não reage, e o petista é contido por outros parlamentares.

A assessoria de Messias Donato também foi contatada para comentar o caso, porém ainda não respondeu aos pedidos da reportagem.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.