Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Mulher morre esfaqueada após reclamar de som alto em SP

O principal suspeito de cometer o crime é o segurança de shopping Geraldo Cordeiro

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7

Folha Vitória
Folha Vitória Folha Vitória

Uma mulher morreu e um homem ficou ferido na noite de segunda-feira (6), após discutir com o namorado da proprietária de um bar, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, por causa do barulho alto que vinha do estabelecimento, na Vila Santa Luzia.

O principal suspeito de cometer o crime é o segurança de shopping Geraldo Cordeiro, que além de assassinar a facadas a enfermeira Gloria Liscinio, de 53 anos, também atacou o marido dela, José Conder, de 59. Cordeiro foi preso na manhã de terça (7), em flagrante. O caso foi registrado como homicídio e tentativa de homicídio por motivo fútil no 1ª DP (Distrito Policial) da cidade.

Incomodada com o barulho alto, Glória foi ao bar onde Geraldo estava com amigos e gravou a cena com o seu celular, segundo o boletim de ocorrência. De acordo com o relato de testemunhas, ela teria dito em voz alta que a situação seria resolvida na Justiça.

Apesar de estar impaciente, ela não xingou ou falou palavrões durante a abordagem, apontam os relatos, e também não chegou a direcionar a palavra para nenhuma das pessoas que estavam no local.

Publicidade

Ao dar as costas e ir em direção à sua casa, porém, o suspeito foi atrás da enfermeira e a golpeou oito vezes com uma faca. José Conder tentou proteger a mulher, mas acabou atingido também. Glória não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O marido foi levado ao Hospital Geral Pirajussara e, até a tarde desta terça, 7, o quadro de saúde era considerado estável.

Após o crime, Geraldo Cordeiro fugiu, mas foi localizado nesta manhã, na zona leste de São Paulo, próximo à cidade de Mauá. "Eram umas 6 horas da manhã quando começaram as diligências. Fomos para vários lugares. Recebemos informações até que chegamos na zona leste e ele estava na casa do irmão, se trocando para ir embora", disse Hélio Bressan, delegado seccional de Taboão da Serra.

Publicidade

O suspeito foi autuado e preso em flagrante por volta das 9h30 desta terça. De acordo com Bressan, o homem foi levado para a cadeia de Itapecerica e nesta quarta, 8, passará por uma audiência de custódia. O Estadão não conseguiu localizar a defesa de Geraldo Cordeiro.

Segundo registros da Polícia Civil até janeiro, Taboão da Serra notificou um homicídio este ano - os dados de fevereiro ainda não foram disponibilizados. No Estado de São Paulo, o número deste tipo de crime subiu de 236 para 250 ocorrências na comparação com o mesmo período do ano passado - uma alta de 5,9%.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.