Folha Vitória Nova função de aplicativo permite acompanhar lotação dos ônibus do Transcol em tempo real

Nova função de aplicativo permite acompanhar lotação dos ônibus do Transcol em tempo real

Por meio de uma câmera instalada dentro do ônibus, a pessoa pode acompanhar a movimentação dentro do veículo

Folha Vitória
Foto: Divulgação / Governo
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

Uma nova funcionalidade do aplicativo ÔnibusGV permite ao usuário do sistema Transcol verificar como está a lotação do coletivo em tempo real. Por meio de uma câmera instalada dentro do ônibus, a pessoa pode acompanhar a movimentação dentro do veículo. O InBus foi apresentado nesta quarta-feira (30) pelo governador Renato Casagrande.

Por meio da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) e da Companhia Estadual de Transporte de Passageiros (Ceturb-ES), o governo do Estado adotou o Sistema de Classificação de Lotação, que está sendo implantado nos ônibus do Transcol. Pela ferramenta, quem utiliza o transporte coletivo metropolitano e possui o aplicativo ÔnibusGV vai poder verificar como está a lotação do coletivo, antes dele chegar ao ponto de parada.

De acordo com o governo estadual, no primeiro mês, serão 25 veículos com o sistema. Até o final do ano, serão 600 contemplados com o serviço, totalizando a frota das linhas troncais. Até julho de 2021, o sistema estará implantado em 100% dos coletivos do sistema Transcol, segundo o governo. Para acessar a nova funcionalidade, é preciso atualizar o aplicativo.

A ideia é permitir que o usuário avalie a lotação dos ônibus e escolha aquele que lhe permitirá manter o máximo de distanciamento dos demais passageiros — caso isso seja possível. Com a retomada da maior parte das atividades econômicas no Espírito Santo, paralisadas durante o período mais crítico da pandemia do novo coronavírus, aumentou o número de usuários do sistema. Com isso, o governo precisou reforçar a frota em circulação.

De acordo com a Semobi, atualmente cerca de 1.250 coletivos estão rodando na região metropolitana. Já o número de passageiros chega a 350 mil, segundo a secretaria. Para se ter uma ideia, antes do início da pandemia, a quantidade de ônibus em circulação era de 1.430 e a de usuários, mais de 600 mil. 

A partir da próxima segunda-feira (05), 100% da frota do sistema Transcol voltará a circular na Grande Vitória. A data é a mesma prevista para o retorno das aulas presenciais dos ensinos Fundamental e Médio nas escolas particulares, e também da Educação Infantil.

Como funciona o InBus 

Uma câmera integrada ao computador de bordo fará a captação de imagens no interior do coletivo. A partir da análise de um software, o coletivo ganhará classificação de baixa lotação (verde); média lotação (amarelo); lotado (vermelho). Essa informação ficará disponível para o usuário por meio do aplicativo ÔnibusGV, durante a consulta da previsão de horários.

O usuário poderá, então, clicar no ícone correspondente à lotação no aplicativo para visualizar a imagem do interior do coletivo, em tempo real, avaliando se é possível embarcar e manter distanciamento recomendável no transporte público e/ou se sente seguro para fazer o embarque.

Outra possibilidade do sistema vai otimizar a gestão da frota, já que será possível coletar informações não só de quais são as linhas mais carregadas, mas também em quais trechos, pontos e horários estão mais carregados, tornando o ajuste operacional mais dinâmico. Para realizar este tipo de levantamento atualmente, é preciso utilizar fiscais em campo para anotar e compilar os dados, que a partir de agora passarão a ser automáticos.

“Nosso objetivo é sempre melhorar a vida dos usuários. Para que o transporte coletivo seja mais atrativo e que possa reduzir a circulação de automóveis. Mas para isso precisamos ofertar um serviço de qualidade. Por isso, estamos reformando a frota do Transcol, incorporando ônibus com ar condicionado e levando tecnologia aos usuários. Estamos felizes com mais esse passo que estamos dando e queremos dar outros na melhoria do sistema do transporte público”, afirmou Casagrande.

De acordo com o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, a implantação do sistema acontece em um momento em que esse tipo de tecnologia se tornou fundamental.

“Estamos desde março desenvolvendo ações para manter o transporte público em operação e reduzir o risco de disseminação do novo coronavírus no Transcol. E logo no início percebemos que uma ferramenta inovadora deste tipo faria diferença quando chegasse o momento da ampla retomada das atividades. Após alguns meses de desenvolvimento junto com os consórcios operadores, conseguimos iniciar a implantação do sistema”, destacou o secretário.

Na avaliação do diretor-presidente da Ceturb-ES, Raphael Trés, essa nova função do aplicativo ÔnibusGV vai dar mais eficiência ao sistema e vai otimizar a programação das linhas e as intervenções operacionais para a melhoria da qualidade do serviço.

O presidente da União Internacional dos Transportes Públicos da América Latina, Jurandir Fernandes, participou virtualmente do lançamento e destacou a importância da implantação dessa tecnologia. “Essa medida que vocês estão dando é um passo importante para o pós-pandemia. Voltando não ao normal, mas melhor do que era antes. As implicações são muito positivas para a população. Aumentando em muito a eficiência do transporte”, avaliou.

Últimas