Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Polícia descobre laboratório utilizado para falsificação de documentos no ES

Um homem e uma mulher confeccionavam Carteiras de Identidade e CNHs para traficantes capixabas e de outros Estados, usando dados de pessoas inocentes

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7

Foto: Reprodução TV Vitória

A Polícia Civil fechou um laboratório de documentos falsos que funcionava em uma casa no bairro Novo México, em Vila Velha. Um homem de 27 anos e uma mulher de 25, foram presos. Com eles, foram apreendidos computadores, uma impressora e papéis muito semelhantes aos originais usados para produção de documentos. 

A estrutura utilizada pelos criminosos está avaliada em mais de R$ 20 mil. A ação policial aconteceu no último dia 9 de junho. As informações foram detalhadas em uma coletiva de imprensa, na tarde desta quinta-feira (23).

As investigações apontam que os detidos são suspeitos de participarem de uma organização criminosa que confeccionava documentos falsos como: Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) e Carteiras de Identidade. A documentação falsificada era feita para criminosos com mandados de prisão e que estão fora do Estado.

Publicidade

Os agentes do Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic), em ação conjunta com a Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC), chegaram até o local após seis meses de investigação. 

Eles descobriram que o casal produzia documentação para traficantes do Espírito Santo, São Paulo, Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro. 

Publicidade

LEIA TAMBÉM: Mulher é detida ao tentar entrar em presídio de Vila Velha com 97 comprimidos de estimulante sexual

Nos 26 documentos falsos encontrados, os dados eram de pessoas honestas, cidadãos comuns que não possuíam registros criminais. Mas as fotos usadas, segundo a Polícia, eram de traficantes. 

Publicidade

De acordo com o perito criminal da Polícia Civil, Gabriel Alípio, a qualidade da falsificação encontrada no material apreendido estava muito elevada. Só seria possível analisar que eram falsos usando uma técnica específica de exposição a um artefato luminoso. 

Foto: Reprodução TV Vitória O perito criminal Gabriel Alípio disse que a qualidade da falsificação no material era muito elevada

"Quando se passa a luz negra nos itens de segurança dos documentos falsificados você encontra tons azulados e nos originais, os tons são esverdeados. Foi o que foi constatado neste caso", apontou. 

O delegado Gabriel Monteiro explicou como era feita a falsificação. "Criminosos com mandados de prisão oriundos aqui do Estado, e que estão foragidos em outros Estados, encaminhavam para os falsificadores as suas fotos 3x4 e essas fotografias eram inseridas nos documentos com os dados de outras pessoas. Assim, esses indivíduos ganhavam nova identidade e 'nasciam de novo', detalhou. 

Com essa nova identificação, por exemplo, os foragidos podiam passar tranquilamente por blitze e operações policiais sem serem detidos. 

Foto: Reprodução TV Vitória O delegado Gabriel Monteiro diz que as investigações vão permitir saber qual a origem do papel usado nas Carteiras de Identidade e CNHs falsas 

O homem detido, de acordo com a Polícia Civil, já tinha passagem por extorsão mediante sequestro. A mulher tinha um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas em São Paulo. Eles foram autuados por organização criminosa, falsificação de documento público, recepção e maquinário ilícito.

Os agentes irão investigar também a origem do papel utilizado nos documentos. "Trabalhamos com duas hipóteses: a primeira é que o papel seja original e iremos saber como esse material está chegando nas mãos desse criminoso. A outra é que o papel não seja original e vamos procurar saber como eles conseguem produzir um material de tanta perfeição". 

O delegado garantiu que as investigações vão continuar para descobrirem se há participação de outras pessoas no esquema criminoso. 

* Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.