Folha Vitória Prefeitura de Vitória sanciona lei que extingue 50 cargos comissionados

Prefeitura de Vitória sanciona lei que extingue 50 cargos comissionados

Medida visa modernizar a gestão e valorizar os servidores efetivos do Executivo municipal. A economia nos próximos três anos deve chegar...

Folha Vitória
Foto: Thiago Soares/Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A Prefeitura de Vitória sancionou nesta terça-feira (16) uma lei que extingue 50 cargos em comissão na estrutura do Executivo municipal. Além de enxugar a máquina pública, a norma visa à modernização da gestão, bem como a valorização do quadro de servidores efetivos da Capital. 

Atualmente a prefeitura tem 7.971 servidores efetivos e outros 512 ocupando cargos em comissão.

A previsão é que a extinção dos cargos gere ao município uma economia de R$ 4,2 milhões nos próximos três anos. A publicação da medida no Diário Oficial do município acontece nesta quarta-feira (17).

Até agora, as ações de reorganização e corte de gastos promovidas pelo prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos) já resultaram na extinção de 99 cargos comissionados.

A sanção da lei que extingue um novo número de cargos em comissão vai permitir à administração a criação de 40 funções gratificadas, beneficiando, dessa forma, os servidores efetivos da rede municipal.

De acordo com Pazolini, o objetivo é profissionalizar ainda mais a gestão e aumentar a eficiência e a qualidade nos serviços públicos.

 "Quando assumimos a gestão, fizemos o corte de 49 cargos comissionados por conta das dificuldades que encontramos e precisávamos recuperar nossa capacidade de investimentos. Agora, conseguimos extinguir mais 50 cargos que não estavam providos. É uma verba pra investir em outras áreas e políticas públicas sociais, além de valorizar o servidor efetivo, que precisa de reconhecimento também. É um compromisso com a austeridade fiscal", afirmou o prefeito durante a sanção da norma.

Já o secretário de Gestão e Planejamento de Vitória, Regis Mattos, citou o compromisso do Executivo em ter uma gestão pautada pela busca por resultados.

"A lei segue as diretrizes do programa de governo e do Plano Estratégico de ter uma gestão profissional e orientada a resultados para a população da capital. Ela reforça a diretriz da gestão em profissionalizar a administração municipal e demonstra seu compromisso com a população de Vitória", comentou o secretário.
Últimas