Folha Vitória Sistema hidráulico de prédio no Centro de Vitória não funcionou, diz Corpo de Bombeiros

Sistema hidráulico de prédio no Centro de Vitória não funcionou, diz Corpo de Bombeiros

Não há notícia de feridos e o proprietário do local solicitou perícia, com prazo para conclusão de, no mínimo, 40 dias

Folha Vitória
Foto: Reprodução
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

De acordo com o Corpo de Bombeiros, durante o combate ao incêndio que atingiu o Edifício Renata, localizado na Rua Dionísio Rosendo, no Centro em Vitória, na tarde desta terça-feira (12), o sistema hidráulico do prédio não funcionou. 

Em uma publicação numa rede social, os militares reforçaram que é importante conferir e garantir o funcionamento do sistema hidráulico de edifícios para evitar tragédias. 

"Os síndicos de todos os prédios devem sempre checar se o sistema hidráulico preventivo está em funcionamento. Isso salva vidas e evita perdas materiais!", disse a publicação do Corpo de Bombeiros.

Pessoas que tentaram controlar as chamas relataram problemas com a pressão da água no edifício

As chamas, que começaram por volta das 13 horas, atingiram o último andar do prédio. Quem chegou ao local contou que não conseguiu salvar nada. 

"Tentamos abrir a abrir a porta da empresa, mas não consegui ver nada, porque tinha muita fumaça. Os Bombeiros chegaram depois, mas não consegui salvar nada. O que não deixaria o fogo se alastrar seriam os hidrantes, mas eles não têm força para a água chegar lá", afirmou o comerciante Arnaldo Cezar, que possui um depósito no 10º andar do edifício, local mais atingido pelas chamas. 

Como mora perto do local, o comerciante viu a fumaça e se dirigiu ao prédio, junto com seu filho, na tentativa de salvar os pertences.

O motorista Eduardo Santos também foi um dos primeiros a chegar ao local e tentou ajudar, mas precisou receber atendimento médico, por causa da inalação de fumaça.

"Eu tentei quebrar a porta de vidro para entrar e o senhor Arnaldo chegou com o filho dele. Subimos e tentamos usar as mangueiras, mas havia pouca pressão na tubulação. Tinha muita fumaça e fui até onde dava. Temos um limite e há locais onde não dá mais".

Incêndio foi controlado e não houve feridos

As chamas foram controladas por volta das 15 horas. No entanto, o trabalho do Corpo de Bombeiros continuou para que os proprietários das salas pudessem acessar o local com segurança.

O edifício é comercial e fica localizado nas imediações da Catedral de Vitória. No local, muitas pessoas acompanharam o trabalho do Corpo de Bombeiros. A área foi isolada pela Polícia Militar. Não houve feridos.

O Corpo de Bombeiros informou que as chamas atingiram um apartamento no nono andar do edifício. As equipes realizaram o combate e cerca de uma hora depois o fogo estava controlado. Não há notícia de feridos e o proprietário do local solicitou perícia, com prazo para conclusão de, no mínimo, 40 dias.

Últimas