Folha Vitória Vitória passa a exigir comprovante de residência para aplicar segunda dose da Coronavac

Vitória passa a exigir comprovante de residência para aplicar segunda dose da Coronavac

Capital tomou a decisão após reunião com a Secretaria de Estado da Saúde e o Ministério Público Estadual

Folha Vitória
Foto: André Sobral / PMV
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

A Prefeitura de Vitória passará a exigir comprovante de residência no município para aplicar a segunda dose da Coronavac. A determinação, que passa a valer a partir desta quarta-feira (19), aponta que outra alternativa é o interessado comprovar que recebeu a primeira aplicação na capital. 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a medida foi tomada após uma reunião entre a prefeitura, Ministério Público Estadual (MP-ES) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). A gestão não detalhou os motivos que levaram a esse novo sistema de controle.

Vitória recebeu um total de 11.150 doses da Coronavac na última terça-feira (18). Com esse lote, a Semus espera concluir a vacinação das pessoas que colocaram o nome na lista de espera nas unidades de saúde (cujo prazo foi até o dia 11 de maio) e avançar na imunização com a aplicação em idosos com 65 anos ou mais e trabalhadores da saúde que receberam a primeira dose até o dia 8 de abril.

Só nesta quarta-feira foram disponibilizadas 6 mil doses, sendo 5.200 para idosos com 65 anos ou mais e 800 doses para trabalhadores da saúde.

Outras prefeituras

A reportagem do Jornal On line Folha Vitória entrou em contato com as outras prefeituras da região metropolitana para saber se haverá a mesma exigência. Quando as respostas forem enviadas, a matéria será atualizada. 

Últimas