Portal Correio Cícero Lucena lança programa de microcrédito pessoal ‘Eu Posso’

Cícero Lucena lança programa de microcrédito pessoal ‘Eu Posso’

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), lançou na manhã desta terça-feira (5) o programa de microcrédito social ‘Eu Posso’, que tem objetivo de fomentar o empreendedorismo e o desenvolvimento econômico. Evento de lançamento ocorreu no auditório do Shopping Sebrae, no Bairro dos Estados. O programa, criado pela Prefeitura de João Pessoa, através da […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Sérgio Lucena/Divulgação/Secom-JP)

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), lançou na manhã desta terça-feira (5) o programa de microcrédito social ‘Eu Posso’, que tem objetivo de fomentar o empreendedorismo e o desenvolvimento econômico. Evento de lançamento ocorreu no auditório do Shopping Sebrae, no Bairro dos Estados.

O programa, criado pela Prefeitura de João Pessoa, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest), contará com a parceria do Sebrae, que auxiliará os microempreendedores com cursos de capacitação. O investimento será de R$ 12 milhões.
 
“No ano passado, durante a campanha, eu dizia que daria o programa ‘Volta por Cima’ no sentido de financiar até R$ 5 mil a pessoas que eventualmente tivessem perdido o capital de giro, tivessem passado por dificuldade devido à pandemia, e nós fizemos esse esforço para oferecermos esse aporte para pequenas empresas que estão passando por dificuldades. Mais também com uma visão de futuro, porque antes do empreendedor receber o empréstimo ele será qualificado para saber gerir o seu negócio”, destacou Cícero, que esteve acompanhado pelo vice-prefeito Leo Bezerra e pela primeira-dama, Lauremília Lucena.
 
O programa será dividido em seis editais, cada um deles contemplado com R$ 2 milhões, que devem atender até 500 pessoas cada. O primeiro edital será lançado no dia 14 desde mês e todas as informações podem ser obtidas através do site https://euposso.joaopessoa.pb.gov.br/
 
“Neste primeiro edital nós temos um modelo mais acessível, então estamos colaborando com o empreendedor que ainda não tem o CNPJ, onde ele entrará como pessoal física e terá um teto de R$ 3 mil. Também disponibilizaremos para pessoa jurídica, que terá um teto de R$ 5 mil. Lembrando que as nossas condições não são condições de mercado bancário, temos condições sociais. Nossa taxa de juros é de 0,9%, com carência extremamente arrojada de seis meses. Além disso, o empreendedor poderá fazer o pagamento em 30 parcelas”, explicou a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Vaulene Rodrigues.

Últimas