Imposto de Renda Prazo para entregar o IR 2021 sem multa termina às 23h59

Prazo para entregar o IR 2021 sem multa termina às 23h59

Até as 17h, segundo o balanço mais recente da Receita, 29.600.832 contribuintes haviam enviado 32.549.400 declarações

Valor mínimo da multa para quem não entregar a declaração é R$ 165,75, mas pode chegar a 20% do valor do imposto devido

Valor mínimo da multa para quem não entregar a declaração é R$ 165,75, mas pode chegar a 20% do valor do imposto devido

Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Os contribuintes que ainda não entregaram a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2021, ano-base 2020, têm apenas até as 23h59 desta segunda-feira (31) para transmitir o documento para a base de dados da Receita Federal sem ficar sujeito ao pagamento de multa. O valor mínimo da multa é R$ 165,75, mas pode chegar a 20% do valor do imposto devido.

O prazo do envio foi prorrogado por causa da pandemia, no entanto, o cronograma de pagamento das restituições foi mantido. Com isso, o primeiro lote também será pago nesta segunda-feira. A decisão de manter o cronograma foi tomada para que não houvesse atraso no pagamento das restituições. Uma medida para reduzir os danos econômicos trazidos pela pandemia.

Até as 17h desta segunda-feira (31), segundo o balanço mais recente da Receita, 29.600.832 contribuintes haviam enviado 32.549.400 declarações. Desse total, 2.949.343 eram retificadoras e 1.778.523 haviam ficado retidas para malha fina. A expectativa inicial, de receber cerca de 32 milhões de documentos, foi elevada para 34 milhões de envios. Segundo o Fisco, o aumento no envio de retificadoras foi responsável pelo ajuste na estimativa.

Segundo o supervisor do Programa do Imposto de Renda, José Carlos Fonseca, o Fisco espera receber 3.058.832 declarações até as 23h59min59s de hoje, último dia de entrega. Até as 17h, 1,627 milhão de documentos tinham sido sido enviados.

Última hora

Para os que deixaram a entrega para a última hora, contadores e auditores da Receita Federal orientam para a transmissão da declaração incompleta para evitar o pagamento da multa. A decisão, no entanto, requer o envio de uma retificação para incluir as pendências. A mesma recomendação vale a quem não conseguiu todos os documentos necessários para o preenchimento da declaração.

(Com informações da Agência Brasil)

Arte/R7

Últimas