Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Conta em Dia
Publicidade

Negociação de dívida no Desenrola para pessoa física termina em uma semana

Após prorrogar por três vezes, o prazo para renegociar as contas atrasadas com desconto vai até a segunda-feira (20)

Conta em Dia|Do R7


Desenrola teve parceria com a Serasa para atendimento RENATO S. CERQUEIRA/ATO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 04.03.2024

O Ministério da Fazenda confirmou que o encerramento do Desenrola Brasil para pessoa física será na próxima segunda-feira (20). Até o momento, cerca de 15 milhões de pessoas foram beneficiadas com a negociação de R$ 52,25 bilhões em dívidas.

Dívidas bancárias, de cartão de crédito, de estabelecimento de ensino e contas básicas atrasadas de água, energia e gás podem ser quitadas de forma digital, com descontos de até 96%, na plataforma do Desenrola (desenrola.gov.br/novahome)

Para quem tem duas ou mais dívidas (mesmo que com diferentes credores) disponíveis para negociação na plataforma do Desenrola é poder juntar todos os débitos e fazer uma só renegociação, pagando à vista em um único boleto ou Pix, ou financiando, a prazo, o valor total no banco de preferência.

Em julho de 2023, a primeira fase do Desenrola Brasil começou com os principais bancos retirando, automaticamente, 10 milhões de registros de dívidas de até R$ 100 dos cadastros de inadimplentes. Participaram pessoas com renda mensal de até R$ 20 mil. Essa faixa se encerrou no fim de dezembro.

Publicidade

Desde outubro, as negociações estão abertas para a faixa que contempla pessoas com renda de até dois salários mínimos (R$ 2.824) ou inscritas no CadÚnico. Após ter siso prorrogado por três vezes, o prazo para renegociar termina na próxima segunda-feira (20).

Para acessar direto o Desenrola, é necessário ter conta nogov.br. Tanto usuários com contas nível bronze quanto prata e ouro podem visualizar as ofertas de negociação e parcelar o pagamento, se optarem por não pagar à vista.

Publicidade

MEI, micro e pequenas empresas

O Desenrola Pequenos Negócios começou nesta segunda-feira (13) a renegociação de dívidas bancárias de MEIs (Microempreendedores Individuais), micro e pequenas empresas. O programa do governo federal inclui dívidas bancárias não pagas até 23 de janeiro de 2024 de empresas de pequeno porte com faturamento de até R$ 4,8 milhões anuais.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.