Economia Procon se reúne com Unimed Paulistana para garantir atendimento a usuários

Procon se reúne com Unimed Paulistana para garantir atendimento a usuários

Apenas nesta quinta-feira (3), o Procon recebeu 300 reclamações referentes ao plano

Procon se reúne com Unimed Paulistana para garantir atendimento a usuários

Até a transferência, a Unimed tem a obrigação de continuar a atender aos beneficiários

Até a transferência, a Unimed tem a obrigação de continuar a atender aos beneficiários

Divulgação

O Procon de São Paulo vai se reunir no fim da manhã desta sexta-feira (4) com representantes da Unimed Paulistana. A intenção é assinar um termo de ajustamento de conduta que garanta o atendimento dos clientes da operadora, especialmente nos casos emergenciais.

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determinou na quarta-feira (2) que a Unimed Paulistana repassasse toda a carteira de clientes para outra operadora. Segundo o órgão, a medida visa a garantir a assistência aos consumidores, uma vez que a empresa tem uma situação financeira delicada.

Até a transferência, a Unimed tem a obrigação de continuar a atender os beneficiários. Os consumidores devem manter os pagamentos em dia para garantir os direitos de migração para a nova operadora.

Porém, somente ontem (3) o Procon recebeu 300 reclamações referentes ao plano. A maior parte das queixas era de falta de atendimento médico e informações insuficientes.

Leia mais sobre Economia e ajuste suas contas

R7 Play: assista à Record onde e quando quiser

A Unimed disse, por meio de nota, que parte da rede credenciada vem adotando “atitude abusiva e unilateral” ao suspender o atendimento aos beneficiários da operadora. A empresa afirma que vem tomando medidas para que os clientes continuem a ter acesso aos serviços contratados. “Lembramos que a Unimed Paulistana teve decretada a alienação de carteira e não sua falência ou liquidação, ou mesmo 'quebra', e os boatos neste sentido apenas agravam o relacionamento com os prestadores de serviço”, informa o comunicado.