Educação Estudantes criam aplicativo durante curso do novo ensino médio

Estudantes criam aplicativo durante curso do novo ensino médio

Jovens desenvolveram projeto durante itinerário formativo, que promove currículo mais flexível e o protagonismo dos alunos

App Culturama desenvolvido por estudantes

App Culturama desenvolvido por estudantes

Arquivo Pessoal

Escolas já começam a colocar em prática as propostas do novo ensino médio. O novo currículo, que passa a ser obrigatório em 2022, prevê os chamados itinerários formativos, cursos que os estudantes escolhem fazer de acordo com suas aptidões e projeto de vida.

Seguindo essa proposta, nasceu o Midiorama, um dos itinerários formativos do colégio Lourenço Castanho. A proposta do curso foi oferecer, de maneira ampla, uma educação midiática e o resultado foi a criação de um aplicativo chamado Culturama, que oferece conteúdos sobre saúde física e mental e dicas culturais em tempos de pandemia.

Estudante Raquel Abbud desenvolveu app durante curso do novo itinerário do ensino médio do Lourenço Castanho

Estudante Raquel Abbud desenvolveu app durante curso do novo itinerário do ensino médio do Lourenço Castanho

Arquivo Pessoal

"Muito mais do que criar um aplicativo, a proposta do curso foi fazer uma leitura das mídias, entender o fluxo de informações e desenvolver o pensamento crítico desses estudantes", explica o professor Alexandre Sayad, diretor-geral da global da GAPMIL (Aliança Internacional para parcerias em Alfabetização Midiática e Informacional), de Paris, da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

O curso foi ministrado na modalidade online. "Foi um desafio, para engajar os alunos e quebrar a monitonia, convidei profissionais da área como cineasta, fotógrafa entre outros para conversarem com os alunos", diz. "Eu me coloquei como facilitador e os estudantes como protagonistas, no fim do curso, a proposta era construir um produto dessa reflexão, eles escolheram o aplicativo."

USP oferece de graça videoaulas com matérias do ensino médio

"Escolhemos o aplicativo porque nesse período de pandemia as pessoas têm acessado mais o conteúdo digital", explica uma das estudantes, Raquel Abbud. "Nas nossas conversas discutimos como nos sentíamos nesse período e decidimos fazer um aplicativo que possa ajudar as pessoas com atividades, filmes, dicas culturais, uma forma delas se distraírem aprendendo", completa a estudante Maria LuízaAlves.

Estudante Maria Luiza Alves participou da criação do app Culturama, desafio proposto em um curso de itinerário formativo do novo ensino médio

Estudante Maria Luiza Alves participou da criação do app Culturama, desafio proposto em um curso de itinerário formativo do novo ensino médio

Arquivo Pessoal

A parte técnica contou com o apoio da plataforma Fábrica de Aplicativos, no entando, os alunos desenvolveram e programaram o aplicativo. Também coube a eles a criação da arte, do design e de todo o conteúdo.

"A elaboração do aplicativo exigiu muita dedicação, claro que uns estão mais dispostos do que outros, mas não fizemos por obrigação, foi divertido e aprendi muito fazendo", diz Maria Luiza. "Tive a oportunidade de trabalhar com pessoas que eu não tinha contato, conhecer pessoas diferentes foi muito interessante", finaliza Raquel.

Novo Ensino Médio

O texto do novo ensino médio foi aprovado em 2017 e deverá ser realidade em todas as escolas do país a partir de 2022. As escolas devem oferecer 60% do currículo com base na BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Os outros 40% serão flexíveis, e os estudantes devem seguir os chamados itinerários formativos, os alunos terão a oportunidade de escolher em qual área do conhecimento desejam se aprofundar de acordo com suas aptidões e projeto de vida.

Em São Paulo, a Seduc (Secretaria de Estado da Educação) divulgou que a partir do segundo ano do médio, os estudantes terão as seguintes opções de itinerários:  Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza; e seis áreas integradas: Linguagens e Matemática, Linguagens e Ciências Humanas, Linguagens e Ciências da Natureza, Matemática e Ciências Humanas, Matemática e Ciências da Natureza, além de Ciências Humanas e Ciências da Natureza. O estudante ainda poderá optar pela formação técnica e profissional.

Últimas