Educação Feira reúne 497 projetos científicos desenvolvidos por estudantes

Feira reúne 497 projetos científicos desenvolvidos por estudantes

Febrace começa nesta segunda (14) em formato online e apresenta trabalhos de alunos de 333 instituições de todo o país

  • Educação | do R7

No total, participaram 1.081 estudantes dos ensinos fundamental, médio e técnico

No total, participaram 1.081 estudantes dos ensinos fundamental, médio e técnico

Clemens Bilan/EFE - 30.08.2018

A 20ª edição da Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia), um dos mais importantes eventos de ciências do país, começa nesta segunda-feira (14) em formato virtual, por meio de uma plataforma. A mostra, voltada para a apresentação de trabalhos de inovação tecnológica, reúne 497 projetos científicos desenvolvidos por estudantes dos ensinos básico e técnico de todo o Brasil.

Segundo Roseli de Deus Lopes, coordenadora geral da Febrace e professora na Poli-USP (Escola Politécnica da Universidade de São Paulo), o objetivo é estimular o interesse em ciências e engenharia pelos jovens. "Eles são exemplos de que podemos trabalhar na educação básica com uma abordagem mais ativa, em que os alunos realizam trabalho de pesquisas científicas e tecnológicas, eles se inspiram em problemas e casos do dia a dia e buscam soluções."

Outros destaques apontados pela coordenadora são o engajamento dos professores no desenvolvimento de práticas pedagógicas nas escolas e a aproximação das instituições de ensino público e privado das universidades.

Para esta edição, participam 333 instituições de ensino de todo o país, escolas públicas, privadas, rurais e urbanas. “A qualidade dos projetos científicos se manteve igual mesmo com as dificuldades no ensino causadas pela pandemia, principalmente nas escolas públicas, o que demonstra o comprometimento desses jovens e de seus professores orientadores com seus projetos”, ressalta. 

Segundo Roseli, a pandemia também mostrou aos alunos e professores a importância de investir em ciência e tecnologia.

No total, participaram 1.081 estudantes dos ensinos fundamental, médio e técnico. Mais da metade deles, 65%, são alunos de escolas públicas. Os projetos serão julgados por professores universitários e especialistas, que farão a avaliação em teleconferências fechadas. Os autores dos melhores projetos, nas diversas categorias, ganharão troféus, medalhas, bolsas e estágios, num total aproximado de 300 prêmios e oportunidades no Brasil e no exterior.

Na Plataforma Virtual, além de conhecer os projetos, os visitantes poderão deixar comentários e tirar fotos para guardar de recordação. No YouTube, serão transmitidas palestras que vão ocorrer de segunda a quinta-feira, nas duas semanas do evento, sempre às 17h30. “São palestras inspiradoras que têm o objetivo de estimular os jovens a seguirem carreiras científicas e tecnológicas”, finaliza a coordenadora da Febrace.

Febrace

A Febrace é um programa de talentos em ciências e engenharia que estimula a cultura científica, o saber investigativo, a inovação e o empreendedorismo em jovens e educadores da educação básica e técnica do Brasil, além de promover diversas oportunidades para os estudantes e professores em temáticas relacionadas às áreas Steam (Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática).

Últimas