Educação Guia ajuda famílias a protegerem as crianças nas aulas online

Guia ajuda famílias a protegerem as crianças nas aulas online

'A Escola no Mundo Digital: Dados e direitos de estudantes' está disponível gratuitamente em um site interativo e traz dicas sobre uso e leis

Saiba qual o real interesse das empresas pelos dados estudantis

Saiba qual o real interesse das empresas pelos dados estudantis

Julia M Cameron/Pexels

'A Escola no Mundo Digital: Dados e direitos de estudantes' é um guia prático para pais e cuidadores elaborado pelo Instituto Alana, Educadigital e Intervozes e contou com apoio do NIC.br. Está disponível gratuitamente pelo site.

O guia aborda a proteção de crianças e adolescentes no uso de tecnologias nas escolas e tem o objetivo de auxiliar educadores, gestores escolares e famílias a entender melhor o uso da internet pelas crianças e o cuidado que deve ser tomado com a proteção de dados estudantis.

"A pandemia é um marco no uso das tecnologias pelas escolas, mas a transição foi muito brusca e esse material veio para ajudar a entender como proteger as crianças, o uso de dados e qual o interesse das grandes empresas nesse universo da Educação", explica Marina Meira, advogada do programa Criança e Consumo do Instituto Alana.

Para usar o guia não é necessário ter conhecimento prévio sobre o tema. "Explicamos o que signifca rastro digital e qual a importância das escolas e famílias protegerem esses dados", observa.

Dividido em módulos, o Guia traz conceitos básicos sobre a internet e seu uso nas escolas, orienta sobre os dados pessoais estudantis, as leis que já protegem crianças e adolescentes na internet e as alternativas que existem para um uso mais seguro de tecnologias na escola.

O guia também traz dicas e um passo a passo de como ler e interpretar os termos de uso e as políticas de privacidade de plataformas educacionais. A proposta é que o leitor navegue pelas páginas do site e interaja com o conteúdo na ordem que preferir e de acordo com seu interesse particular.

"Esse material deve ser complementado ao longo de 2021, mas ajuda tanto professores como gestores e famílias a lidar de forma mais segura com as novas tecnologias."

Últimas