Educação MP pede dados sobre cotas para deficientes na Unicamp

MP pede dados sobre cotas para deficientes na Unicamp

Foram enviados ofícios também para escolas de ensino técnico e à Alesp; Universidade se coloca à disposição para esclarecimentos

  • Educação | Do R7

MP enviou ofício ao reitor da Unicamp pedindo informações sobre cotas para deficientes

MP enviou ofício ao reitor da Unicamp pedindo informações sobre cotas para deficientes

Thomas Marostegan/Divulgação Unicamp

O MPSP (Ministério Público de São Paulo) expediu um ofício ao reitor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) pedindo informações sobre a criação de cotas para pessoas com deficiência no vestibular para o ingresso na instituição e nos Colégios Técnicos de Limeira e de Campinas.

A promotoria também pediu à Alesp (Assembleia Legislativa do Estado) dados envolvendo eventuais projetos de lei que versem a respeito do estabelecimento de cotas para pessoas com deficiência nas escolas estaduais do ensino médio técnico e universidades públicas estaduais.

A reunião, realizada na última segunda-feira (26),  contou com a participação da direção do colégio técnico de Campinas, da Ordem dos Advogados do Brasil, de representantes do Grupo Conduzir e dos pais de um estudante com transtorno do espectro autista.

A Unicamp informa, por meio de nota, que: "A Unicamp se  reuniu com o Ministério Público do Estado de São Paulo ( MPSP) pela primeira vez na data de ontem (26/07) para tratar do assunto cotas para pessoas com deficiência.

A  Promotoria de Justiça de Campinas comprometeu-se a encaminhar um ofício à Universidade solicitando informações sobre o tema, mas, até o momento, a Unicamp não recebeu o documento.

A Universidade prestará os esclarecimentos necessários tão logo receba o pedido do MP.
"

Últimas