Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2014
Publicidade

Nenhum dos candidatos ao governo de Rondônia nasceu no Estado

Corrida eleitoral em Rondônia tem cinco candidatos, entre eles o governador Confúcio Moura

Rondônia|Da Agência Brasil

Governador Confúcio Moura tenta segundo mandato consecutivo
Governador Confúcio Moura tenta segundo mandato consecutivo Governador Confúcio Moura tenta segundo mandato consecutivo

Dono do terceiro maior PIB (Produto Interno Bruto) da Região Norte e 21º do Brasil, o estado de Rondônia contribui com 0,7% do PIB nacional, com R$ 27,8 milhões. A agropecuária é a mola-mestra do desenvolvimento econômico do estado, que tem a carne bovina como principal produto de exportação. A agricultura, sobretudo o cultivo de soja, é também importante fonte da renda local.

São 6,58 habitantes por quilômetro quadrado (km²), distribuídos em um território de pouco mais 237 mil km². De uma população estimada em 1,7 milhão de pessoas, 1,1 milhão estão aptos a votar nas eleições deste ano. Destes, 62.757 são analfabetos, 364.597 não completaram o ensino fundamental e 64.757 têm ensino superior completo.

A corrida eleitoral em Rondônia tem cinco candidatos, entre eles o atual governador, Confúcio Moura, do PMDB, que busca a reeleição. Moura tem 66 anos, ensino superior completo e é natural de Dianópolis, Tocantins. Antes de chegar ao governo de Rondônia, foi duas vezes prefeito de Ariquemes — o primeiro mandato foi obtido em 2004 e o segundo, em 2008.

Eleições: 171 candidatos disputam cargos de governador neste ano

Publicidade

Leia mais sobre Eleições 2014

A advogada Jaqueline Cassol, de 39 anos, tenta chegar ao governo pela primeira vez. Irmã do senador Ivo Cassol, que foi governador do estado entre 2003 e 2010, Jaqueline ocupou cargos no Executivo rondoniense nesse período. Ela nasceu em São Miguel do Oeste, Santa Catarina, e é candidata pelo PR.

Publicidade

O PSDB concorre com Expedito Júnior, de 51 anos, que é professor do ensino médio. Nascido em Guararapes, São Paulo, Expedito Júnior foi eleito senador em 2006 e, quatro anos depois, tentou se candidatar a governador, mas teve o registro negado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), com base na Lei da Ficha Limpa. Em 1º de outubro deste ano, a quatro dias do pleito, encerra-se o período de inelegibilidade e ele poderá disputar o cargo.

O candidato do PT, Padre Ton, de 46 anos, tenta chegar ao governo após bom retrospecto em eleições anteriores. Foi eleito prefeito de Alto Alegre dos Parecis em 2004 e reeleito em 2008. Desde 2010, é deputado estadual. Padre Ton nasceu em Oeiras, Piauí, e tem curso superior completo.

Publicidade

O PSOL entra na disputa com o comerciante Pimenta de Rondônia, que tem 49 anos e nasceu em Cidade Gaúcha, no Paraná. Pimenta de Rondônia tem o ensino médio completo e disputou duas últimas as eleições. Em 2010, tentou chegar ao Senado e, em 2012, concorreu a uma cadeira na Câmara Municipal de Porto Velho, mas não foi eleito.

Veja as notícias do R7 na palma da mão. Assine o R7 Torpedo

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.