Eleições 2022 Bolsonaro alcança 39% das intenções de voto em SP, Lula tem 33%, aponta Paraná Pesquisas 

Bolsonaro alcança 39% das intenções de voto em SP, Lula tem 33%, aponta Paraná Pesquisas 

Segundo levantamento, Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro, com 8% da preferência do eleitorado paulista

Bolsonaro tem 39% das intenções de voto em SP, Lula tem 33%, aponta Paraná Pesquisas

Bolsonaro tem 39% das intenções de voto em SP, Lula tem 33%, aponta Paraná Pesquisas

Lorena - Notícias

A nova rodada do levantamento do Instituto Paraná Pesquisas para a Presidência da República, realizada com eleitores de São Paulo e divulgada nesta sexta-feira (9), mostra o presidente Jair Bolsonaro (PL) com 39% das intenções de voto, seguido do o ex-presidente Lula (PT), que tem 33%. Os números são da pesquisa estimulada, quando os entrevistados escolhem um entre uma lista de candidatos.

A pesquisa ouviu 1.880 eleitores de 76 cidades de São Paulo entre os dias 4 e 8 de setembro. A margem de erro é de 2,3 pontos percentuais, para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-09779/2022.

Em seguida, ainda na pesquisa estimulada, aparecem os nomes do candidato do PDT, Ciro Gomes, com 8% das intenções de voto, e da candidata do MDB, Simone Tebet, com 6,6%. Pablo Marçal (PROS), que teve a candidatura indeferida pelo TSE, e que está fora da disputa, foi citado por 0,7% dos entrevistados. Confira:

Luciene Costa/Arte R7

A pesquisa também mostra a evolução das intenções de voto dos eleitores desde maio de 2022. Na primeira pesquisa, Bolsonaro tinha 35,8% das intenções de voto, crescimento de 3,2 pontos percentuais. Lula tinha, em maio, 34,9%, queda 1,9 ponto percentual.

No cenário espontâneo, quando a lista de candidatos não é apresentada aos entrevistados, Bolsonaro foi citado por 30,5% dos entrevistados. Lula, por 25,3%. Ciro teve 4% das menções, e Tebet, 3,2%. Indecisos somaram 29,8%, e brancos e nulos, 6,1%.

Luciene Costa/Arte R7

Avaliação da administração do presidente Jair Bolsonaro

A pesquisa apurou também a avaliação da administração federal por parte dos eleitores paulistas. Entre as pessoas ouvidas, 39,6% disseram que a gestão do presidente Jair Bolsonaro é ótima ou boa. Para 19%, é regular. Já 40,1% dos entrevistados consideram a administração federal ruim ou péssima. Os que não sabem ou não opinaram somaram 1,2%.

Quando perguntados se aprovam ou desaprovam a administração do presidente, 49,2% responderam que aprovam, enquanto 46,8% desaprovam. Outros 4% preferiram não opinar.

Últimas