Eleições 2022 Observador da OEA diz que eleição no Brasil transcorre com normalidade absoluta

Observador da OEA diz que eleição no Brasil transcorre com normalidade absoluta

Rubén Ramírez falou com jornalistas após visitar um colégio particular em Brasília, onde está ocorrendo votação

Agência Estado - Conjuntura e Negócios
Rubén Ramírez é chefe da Missão de Observação Eleitoral (MOE)

Rubén Ramírez é chefe da Missão de Observação Eleitoral (MOE)

REUTERS/Adriano Machado

Até aqui, as eleições brasileiras transcorrem dentro da "normalidade absoluta", de acordo com o chefe da Missão de Observação Eleitoral (MOE) da Organização dos Estados Americanos (OEA), Rubén Ramírez. Ele falou com jornalistas após visitar um colégio particular em Brasília, onde está ocorrendo votação. O paraguaio conversou com mesários e eleitores para colher depoimentos sobre o processo de votação, acompanhado de outros observadores. "Estamos constatando a participação dos brasileiros e brasileiras e que está dentro da normalidade. É uma festa da democracia, não apenas para o Brasil, mas para a América Latina toda", ressaltou.

A MOE está acompanhando a eleição brasileira em 15 Estados do Brasil, em duas cidades nos Estados Unidos (Miami e Washington) e também no Porto, em Portugal. "Vamos seguir trabalhando durante todo o dia com nossas equipes técnicas em diferentes áreas."

De acordo com o ex-chanceler, o sistema eleitoral foi muito bem desenvolvido e o grupo acompanha todo o processo de atualização da tecnologia, por exemplo. "Temos experts trabalhando com todas essas autoridades eleitorais para podermos fazer o nosso report com a avaliação que vai ser divulgada amanhã à tarde", explicou.

"Nós estamos trabalhando precisamente e tecnicamente com toda essa parte para compreendermos", continuou, acrescentando que o trabalho é conjunto com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que é a autoridade constitucionalmente estabelecida para gerir a eleição. "É a única responsável pelo resultado desse processo eleitoral."

Hoje, o acompanhamento será até o fechamento das mesas de votação. Nas seções, Ramírez perguntou aos mesários se a abertura da votação ocorreu no horário e se havia tudo transcorrido bem até o momento. Ele também conversou com alguns eleitores, que parabenizaram o trabalho da equipe. "Nós convocamos todos os brasileiros e brasileiras para, por meio do mais importante método, expressar a sua preferência e decidir quem vai dirigir ao destino do Brasil", convidou.

"Ao longo do dia de hoje, a gente está trabalhando primeiramente observando todas as mesas, a abertura, a instalação, a infraestrutura eleitoral, a participação das pessoas, fazendo uma avaliação de como que não tem nenhum tipo de problema. Até agora vimos tudo com normalidade absoluta", reforçou.

Últimas