Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Abel Ferreira volta a cobrar diretoria do Palmeiras por reforços e se recusa a falar de Endrick

Abel Ferreira está contente com o desempenho e os resultados conquistados pelo Palmeiras, o único invicto do Paulistão e líder geral...

Estadão Conteúdo|Do R7


Abel Ferreira está contente com o desempenho e os resultados conquistados pelo Palmeiras, o único invicto do Paulistão e líder geral do torneio Estadual. No entanto, ele reafirmou o desejo de que o elenco seja reforçado. O treinador voltou a cobrar a diretoria de Leila Pereira depois da vitória por 2 a 0 sobre a Inter de Limeira, em casa.

O português afirmou que, sem Danilo, vendido ao Nottingham Forest, da Inglaterra, Zé Rafael tem feito o papel também de um camisa 5, além de sua função de meia mais adiantado. No entanto, o técnico comentou que a diretoria precisa trazer um substituto para Danilo. “O clube sabe o que é preciso e está fazendo os esforços. Quero que façam esforços mesmo porque temos de seguir nosso plano. Conto com o esforço do clube”, ressaltou.

Abel ficou um “bocadinho triste” porque o Palmeiras perdeu muitos gols. Foram dois pênaltis desperdiçados, um por Dudu e outro por Raphael Veiga. Mas o treinador fez elogios ao “espírito de equipe” ao citar o ato de Veiga. Depois que já havia convertido uma cobrança, o meio-campista, cobrador oficial de pênaltis, deu a bola para o camisa 7 bater.

“Falhamos duas penalidades. Mas para mim, o que explica o espírito da equipe, é ver que o batedor de pênaltis poderia fazer mais um gol e deu a bola ao Dudu. Mostra bem o espírito do Palmeiras. É isso que eu quero ver”. Mas o treinador se recusou a comentar a falta de gols do atacante Endrick, que acertou uma bicicleta na trave e sofreu o primeiro pênalti, ao ser derrubado na área. Abel pediu para deixarem o garoto trabalhar em paz.

Sem reforços, o elenco vai ficar ainda mais enxuto com a saída de Kuscevic. O zagueiro pediu para ser negociado porque quer jogar mais. No Palmeiras, o chileno é a quarta opção para a zaga, atrás dos titulares Gómez e Murilo e de Luan também. Ele será vendido ao Coritiba, que vai pagar R$ 6,2 milhões por 50% dos direitos do atleta, além de ceder 20% do contrato de Raphael Veiga para o Palmeiras.

“Ele pediu para sair em 2022 e eu disse que não podia, era meio de temporada. Disse que em outra oportunidade eu o ajudaria. Queria ter continuado com ele, mas em função da vontade dele e o clube achar boa oportunidade de vender, decidimos”, explicou Abel.

O Palmeiras não vai contratar um defensor para a vaga de Kuscevic. O substituto dele será Naves, zagueiro revelado na base e recém-promovido ao elenco profissional. No domingo, às 11h, o Palmeiras visita o Água Santa no Distrital do Inamar, em Diadema, em duelo da oitava rodada do Paulistão.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.