Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Lago artificial construído na casa de Neymar permanece interditado por infrações ambientais

O lago artificial de mil metros quadrados construído na mansão de Neymar, dentro de um condomínio em Mangaratiba, na Costa Verde do...

Estadão Conteúdo|Do R7


O lago artificial de mil metros quadrados construído na mansão de Neymar, dentro de um condomínio em Mangaratiba, na Costa Verde do Rio de Janeiro, permanece interditado. A obra seria inaugurada nesta sexta-feira, 23, mas foi embargada pela Secretaria de Meio Ambiente de Mangaratiba após inspeção da fiscalização constatar na quinta-feira ao menos sete infrações ambientais no local.

Segundo a prefeitura de Mangaratiba, a construção do excêntrico lago artificial, além de um jardim e uma quadra de beach tênis na casa do jogador, promoveu sete infrações ambientais e foi embargada pela secretária em ação com a Polícia Civil como medida cautelar para “parar a degradação” no local.

A prefeitura de Mangaratiba informou que Neymar e seus representantes não apresentaram nenhuma licença ou autorização até o momento. Por isso, o lago continua interditado e assim ficará até que um parecer ambiental verifique os danos que foram causados pela obra no local.

De acordo com a prefeitura, está sendo elaborado um relatório da fiscalização, que, quando finalizado, seguirá para análise jurídica dos órgãos municipais. Será o setor jurídico que vai definir as possíveis infrações a serem aplicadas tanto ao dono da propriedade, quanto para a empresa que realizou a obra - estimativa é de que a multa seja de cerca de R$ 5 milhões. Só depois desse parecer que Neymar e seus representantes poderão entrar com o pedido de regularização ambiental.

Publicidade

Reprodução Instagram @genesisecossistemas

A fiscalização apontou sete irregularidades ambientais na obra: desvio de curso de água, captação de água de rio sem autorização, captação de água para lago artificial, terraplanagem, escavação, movimentação de pedras e rochas sem autorização e uso de areia de praia sem autorização ambiental.

Publicidade

Os fiscais causaram a ira de Neymar da Silva, pai de Neymar, que recebeu voz de prisão da secretaria do Meio Ambiente de Mangaratiba, Shayenne Barreto, depois de desacatá-la. Ele, porém, foi liberado minutos depois.

O projeto extravagante foi concluído em tempo recorde, dez dias, e é resultado de uma espécie de desafio proposto pela Genesis Experience, que registrou todas as etapas nas redes sociais da empresa, Gênesis Ecossistemas, incluindo vídeos em que o pai de Neymar aparece.

“Estou animado, achei o projeto animal, estou bem feliz”, dissera Neymar em vídeo em que anunciava a iniciativa. Nele, o astro do PSG conversa com Ricardo Caporossi Jr., dono da empresa responsável pela obra, com sede em Holambra, interior de São Paulo. “Vai ficar lindo, o lago mais bonito da Genesis”, havia exaltado o empresário.

A Gênesis ecossistemas diz ser especialista em paisagismo, lagos artificiais e piscinas. Desde 2020, Caporossi passou a realizar uma espécie de reality show junto de um curso em que propõe uma “supermudança” em determinado ambiente em dez dias. A mansão de Neymar faz parte da quarta edição desse programa e o curso foi vendido para dez pessoas por R$ 120 mil.

“Aquele antes e depois de respeito, 10 dias para transformar um tanque de concreto em uma piscina artificial com aspecto natural”, publicou nesta sexta-feira o empresário, exibindo o projeto na casa de Neymar.

O evento de inauguração do lago de Neymar, na casa do craque em Mangaratiba-RJ, seria uma das experiências leiloadas no evento beneficente do instituto do astro do Paris Saint-Germain. Seria o lote 24 do evento, mas Neymar, que apresentava a cerimônia com Deborah Secco àquela altura, decidiu, no improviso, leiloar um blazer, um colar e um relógio Rlex para fechar a festa.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.