Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Palmeiras marca nos acréscimos, vence o Cruzeiro e assume vice-liderança do Brasileirão

O Palmeiras fechou o primeiro turno do Brasileirão com vitória sobre Cruzeiro, adversário que não enfrentava há quase quatro anos e...

Estadão Conteúdo|Do R7


O Palmeiras fechou o primeiro turno do Brasileirão com vitória sobre Cruzeiro, adversário que não enfrentava há quase quatro anos e cujo rebaixamento à segunda divisão foi decretado justamente pela equipe alviverde. O time paulista conquistou o triunfo por 1 a 0 com gol marcado nos instantes finais da partida no Allianz Parque.

O centroavante argentino Flaco López foi às redes aos 50 minutos da etapa final após desviar cobrança de falta de Raphael Veiga e levou o Palmeiras à vice-liderança do Brasileirão, com 34 pontos, 13 a menos que o líder Botafogo. O Cruzeiro amargou a quinta partida sem vitória no torneio e, com 24 pontos, caiu para a 12ª colocação.

“Esse time aqui não desiste um minuto. O jogo segue até o final. Hoje foi mais uma demonstração da raça que tem o time”, comemorou Flaco López, que salvou 38 mil palmeirenses de deixarem o Allianz Parque frustrados.

No reencontro dos Palestras depois três anos e meio, anfitriões e visitantes foram protagonistas de um duelo que parecia morno, mas ganhou emoção e bom futebol nos minutos finais depois que os jovens crias da base do Palmeiras entraram em campo.

Quem assistiu ao jogo viu os zagueiros se sobressaírem em relação aos atacantes no primeiro tempo. A retaguarda é o ponto forte, aliás, de ambos, que estão entre os cinco times com as melhores defesas do campeonato. Já o ataque dos dois tem falhado. O Palmeiras, ainda que tenha o segundo melhor ataque da competição, tem sido pouco eficiente ofensivamente nas últimas partidas.

Prova disso é que a rede não balançou na primeira etapa, quando os goleiros pouco trabalharam. Tanto Marcelo Lomba, substituto do preservado Weverton, quanto Rafael Cabral foram exigidos mais em arremates de fora da área. Havia pouca criatividade ao Palmeiras, que mais ficou com a bola e mais buscou o jogo, como se esperava, e ao Cruzeiro, armado para contra-atacar.

O cenário praticamente se repetiu no segundo tempo. Era o Palmeiras quem mais ficava com a bola, rodando de um lado para o outro atrás de espaços, incapaz de encontrá-los, seja pela competência cruzeirense na marcação, seja por sua atuação de pouca inspiração, com passes e decisões erradas no momento de concluir as jogadas.

Abel Ferreira lançou mão dos garotos revelados na base, como Luís Guilherme e Endrick, para alterar esse panorama enfadonho. Os garotos elevaram a produção ofensiva do time e foram fundamentais para a vitória.

Foi Luís Guilherme, um jovem meia-atacante rápido e insinuante, que sofreu falta que Raphael Veiga cobrou para Flaco López desviar para as redes aos 50 minutos do segundo tempo e assegurar a vitória alviverde no Allianz Parque.

O Palmeiras inicia o returno fora de casa. Encara o Cuiabá na Arena Pantanal, sábado, às 18h30. No mesmo dia, às 21h, o Cruzeiro recebe o Corinthians no Mineirão.

PALMEIRAS 1 X 0 CRUZEIRO

  • PALMEIRAS: Marcelo Lomba; Mayke, Gustavo Gómez, Murilo e Vanderlan; Zé Rafael (Flaco López), Gabriel Menino e Raphael Veiga; Artur (Luís Guilherme), Jhon Jhon (Breno Lopes) e Rony (Endrick). Técnico: Abel Ferreira.
  • CRUZEIRO: Rafael Cabral; William (Palacios), Neris, Luciano Castán e Marlon (Kaiki); Matheus Jussa, Lucas Silva e Mateus Vital (Machado); Arthur Gomes (Bruno Rodrigues), Rafael Elias (Gilberto) e Wesley. Técnico: Pepa.
  • Gol: Flaco López, aos 50 minutos do segundo tempo.
  • Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ)
  • Cartões amarelos: Gustavo Gómez, Matheus Jussa, Gilberto, Vanderlan, Palacios.
  • Público: 38.555 torcedores.
  • Renda: R$ 2.485.779,06.
  • Local: Allianz Parque.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.